07:43 16 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Donald Trump, presidente dos EUA, e Xi Jinping, presidente da China (foto de arquivo)

    Trump chama presidente chinês de 'inimigo' em meio à crescente rivalidade comercial

    © REUTERS / Kevin Lamarque
    Américas
    URL curta
    191125
    Nos siga no

    As tensões nas relações comerciais entre as duas maiores economias do mundo continuam, fazendo com que o presidente dos EUA Donald Trump já não se refira ao presidente chinês Xi Jinping como "amigo", chamando-o agora de "inimigo".

    Ontem (23) Donald Trump colocou uma pergunta no seu Twitter, comparando o presidente Xi Jinping com o presidente da Reserva Federal, Jerome Powell.

    Como de costume, a Reserva Federal não fez nada! É incrível que eles possam 'falar' sem saber ou perguntar o que estou fazendo, o que será anunciado em breve. Temos um dólar muito forte e uma Reserva Federal muito fraca. Eu vou trabalhar 'magnificamente' com os dois, e os EUA vão fazer grande….

    A minha pergunta é, quem é o nosso maior inimigo, Jay Powell ou o presidente Xi?

    A mensagem apareceu logo depois de a China anunciar que irá impor novas tarifas de 5% - 10% às mercadorias estadunidenses, avaliadas em US$ 75 bilhões e restabelecer os impostos sobre os carros americanos. No entanto, antes desta decisão da China, Trump tinha anunciado que a Casa Branca aumentaria as tarifas já existentes de 25% para 30% aplicadas a produtos chineses avaliados em US$ 250 bilhões, a partir de 1 de outubro.

    A partir de 1 de setembro, será implementado outro aumento de tarifas de 10% para 15% em relação a produtos chineses avaliados em US$ 300 bilhões.

    O tweet de Trump visou o chefe do banco central dos EUA, que foi indicado para o cargo pelo próprio Donald Trump. Contudo os comentários também mostram que as relações pessoais do presidente dos EUA com Xi Jinping estão se deteriorando.

    Mais:

    Bolsa cai 2,5% e dólar vai a R$ 3,95 em meio a guerra comercial entre China e EUA
    Bank of America: compra de petróleo iraniano pela China pode provocar colapso do mercado petrolífero
    Tags:
    rivalidade, economia, tarifas, disputa comercial, China, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar