05:40 26 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Presidente dos EUA Donald Trump na cúpula do G20 em Osaka, Japão

    Trump sobre publicações racistas: 'muitas pessoas concordam comigo'

    © REUTERS / Kevin Lamarque
    Américas
    URL curta
    332

    Em meio a críticas generalizadas, o presidente Donald Trump renovou nesta segunda-feira (15) sua postura beligerante e pediu que que quatro congressistas negras deixem os Estados Unidos.

    Satisfeito em jogar com parte do eleitorado que apoia suas publicações no Twitter, que foram classificados como racistas, Trump deixou claro que não hesitará em explorar divisões raciais novamente. 

    "Não me preocupa porque muitas pessoas concordam comigo", disse Trump na Casa Branca. "Muitas pessoas adoram, a propósito."

    O episódio mostra que Trump está disposto a apostar na retórica incendiária sobre questões de raça e imigração para preservar sua base política na eleição de 2020.

    Trump afirmou no Twitter que congressistas que "odeiam nosso país" podem voltar a seus países que são uma "catástrofe total e completa". Seus comentários foram dirigidos à quatro congressistas: as deputadas Ilhan Omar, de Minnesota, Alexandria Ocasio-Cortez, de Nova York, Ayanna Pressley, de Massachusetts, e Rashida Tlaib, de Michigan. Todas elas são cidadãs dos EUA e três delas nasceram em solo estadunidense. 

    "Se você não está feliz nos EUA, se você está reclamando o tempo todo, você pode sair, você pode sair agora", afirmou Trump.

    Mais:

    Câmara dos Deputados dos EUA aprova emenda que proíbe Trump de atacar Irã sem aprovação do Congresso
    Sanções contra o Irã vão aumentar 'substancialmente', diz Trump
    Trump diz que criptomoedas não são dinheiro e critica moeda virtual do Facebook
    'Vandalismo diplomático': Trump teria abandonado acordo com Irã por 'inveja' de Obama
    Trump sanciona restrições a conteúdo estrangeiro em produtos dos EUA
    Trump pressiona Reino Unido para que britânicos sigam suas políticas contra China, diz mídia
    Tags:
    Estados Unidos, Donald Trump
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar