19:15 21 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Boeing 737 MAX 8

    Boeing 737 Max pode apresentar outras irregularidades, diz FAA

    © AP Photo / Ted S. Warren
    Américas
    URL curta
    430
    Nos siga no

    A Administração Federal de Aviação dos EUA (FAA) afirmou que algumas peças utilizadas nos aviões Boeing 737 Max e NG podem ter sido indevidamente fabricadas.

    A FAA afirma que aproximadamente 148 trilhas dos slats dos bordos de ataque das asas entregues por um fornecedor da Boeing podem ter sido inadequadamente fabricadas, abrangendo 133 aviões NG e 179 Max fornecidos a vários países. Com isso, a administração pretende exigir a substituição dessas aeronaves.

    Além disso, a FAA ressaltou que uma falha nesta peça dos flaps não resultaria na perda do avião, mas alerta que pode provocar danos à aeronave durante o voo.

    Vale destacar que, em março deste ano, um Boeing Max 8 da Ethiopian Airlines com 157 pessoas a bordo caiu próximo da cidade de Bishoftu, depois de, em outubro de 2018, um avião do mesmo tipo da linha aérea indonésia Lion Air ter caído e vitimado 189 pessoas.

    As investigações destes acidentes prosseguem, mas relatos sugerem que o Sistema de Aumento de Características de Manobra (MCAS) teria sido o motivo das colisões.

    Segundo relatos, a frota global de aviões Boeing 737 Max poderia permanecer no solo por pelo menos outros dois meses.

    Mais:

    Boeing teria ocultado problemas do 737 MAX por um ano, aponta relatório
    Tragédia do Boeing 737 Max: 'para economizar, causaram mais mortes', diz especialista
    Boeing não pretende corrigir problemas do avião 737 Max, segundo relatos
    Tags:
    EUA, falha, acidente, avião de passageiros, avião
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar