07:11 24 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Ogiva hipersônica, imagem ilustrativa

    Resposta à Rússia? EUA creem ter a resposta para armas hipersônicas, revela general

    CC0
    Américas
    URL curta
    24226

    Os Estados Unidos completaram um estudo de novas armas necessárias para destruir os planadores hipersônicos e os lasers de energia dirigida, disse o diretor-geral da Agência de Defesa de Mísseis (MDA), o general Samuel Greaves, em um centro de estudos.

    "A Agência de Defesa de Mísseis e o Departamento de Defesa completou uma análise de alternativas, analisando a defesa hipersônica de quais interceptadores rápidos são […] uma opção, a energia direcionada é outra e há outras opções lá", declarou Greaves nesta sexta-feira.

    Durante a análise, a indústria privada também foi consultada para avaliar se o conjunto atual de interceptadores é rápido o suficiente para "ganhar a perseguição da cauda" para atingir um alvo hipersônico, acrescentou Greaves.

    Testes de planadores hipersônicos da China e da Rússia levaram os Estados Unidos, no ano passado, a retomar um esforço há muito adiado para desenvolver hipersônicos, segundo autoridades do Pentágono.

    Armas hipersônicas ofensivas são tipicamente planadores não motorizados que caem na Terra a velocidades de até 20.000 milhas por hora em trajetórias irregulares e semelhantes a bolas com movimentos erráticos. Como resultado, as armas são difíceis de rastrear com precisão, quanto mais destruir com as defesas antimísseis existentes.

    Greaves disse que a análise seria divulgada em breve sem dar um prazo.

    No início do dia, o presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou que os Estados Unidos suspenderão suas obrigações sob o Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermediário (INF) a partir deste sábado e iniciarão o processo de retirada dentro de seis meses.

    Mais:

    EUA reconhecem incapacidade de resistir às armas hipersônicas da Rússia
    'Temos armas hipersônicas': Rússia dará resposta à saída dos EUA do Tratado INF, diz Putin
    Outra 'Guerra nas Galáxias'? Pentágono procura se defender de armas hipersônicas
    Tags:
    defesa, Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermediário (INF), armas hipersônicas, mísseis, segurança, Agência de Defesa de Mísseis dos EUA (MDA), Pentágono, Samuel Greaves, Donald Trump, Estados Unidos, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar