02:11 21 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Luis Almagro, secretário-geral da OEA

    Partido de Mujica que governa Uruguai expulsa secretário-geral da OEA

    © AP Photo/ Jacquelyn Martin
    Américas
    URL curta
    11201
    Nos siga no

    O partido que governa o Uruguai decidiu expulsar de suas fileiras Luis Almagro, atual secretário geral da Organização dos Estados Americanos (OEA).

    Em uma decisão unânime — com 168 votos — o Tribunal de Conduta Política da coalizão esquerdista Frente Ampla decidiu expulsar o ex-ministro de Relações Exteriores do Uruguai de suas fileiras, segundo o comunicado divulgado em seu site.

    O atual presidente Tabaré Vázquez e o anterior José Mujica pertencem à Frente Ampla.

    Também foi decidido desbaratar o ex-vice-presidente, Raúl Sendic, processado judicialmente o abuso de funções e peculato durante o governo de Mujica enquanto preside a companhia estatal de petróleo ANCAP, para que ele não possa concorrer às próximas eleições.

    A decisão que pesa sobre Almagro seria determinada pela posição extrema do oficial em torno do governo da Venezuela.

    Almagro, que serviu como ministro de Relações Exteriores no Uruguai antes de seu tempo na OEA, endossou uma intervenção armada no país sul-americano, o que incomodou a esquerda uruguaia, que sempre demonstrou uma postura mais flexível sobre o regime de Nicolás Maduro.

    Mais:

    Moscou: declaração da OEA sobre aviões russos prejudica nossa colaboração com organização
    Missão de observação da OEA se diz 'positivamente impressionada' com eleições no Brasil
    Líder da OEA deveria renunciar após incitar intervenção na Venezuela, diz a CUT
    Tags:
    política, partido, expulsão, Organização dos Estados Americanos (OEA), ANCAP, Frente Ampla, Raúl Sendic, Tabaré Vázquez, Pepe Mujica, Luis Almagro, Américas, Uruguai
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar