02:27 15 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau

    Trudeau diz que Canadá pode ratificar 'novo NAFTA' mesmo com tarifas dos EUA sobre metais

    © REUTERS / Chris Wattie
    Américas
    URL curta
    101

    Justin Trudeau admitiu que o Canadá pode ratificar o 'novo NAFTA' - também conhecido como Acordo EUA-México-Canadá, ou USMCA na sigla original - mesmo que os EUA mantenham tarifas sobre as importações de aço e alumínio canasenses. Até agora, o premiê insistia que as tarifas deveriam ser retiradas antes que o texto entrasse em vigor.

    Falando à CNN, o primeiro-ministro disse que o Canadá ainda quer que as tarifas sejam suspensas antes que a nova versão do acordo trilateral de comércio entre em vigor.

    "Preferiríamos ter livre comércio genuíno com os Estados Unidos, então continuaremos a trabalhar o mais rápido possível para derrubar essas tarifas, mas não estamos a ponto de dizer que não assinaríamos se não foi derrubado, embora estejamos tentando fazer isso", disse Trudeau, observando que as tarifas impostas pelos EUA são "uma frustração contínua".

    Quando perguntado se acredita que o presidente dos EUA, Donald Trump, permanecerá fiel aos termos do acordo trilateral, Trudeau evitou dar uma resposta direta, dizendo que reconhece que os líderes de todas as nações têm o direito de priorizar os interesses de seus próprios países.

    "Todo líder tem o trabalho de defender seu próprio país, e eles farão isso de suas próprias maneiras", disse Trudeau. "Eu respeito o fato de que as pessoas têm abordagens diferentes. Minha abordagem é confiar nos canadenses e lidar de uma forma que seja direta com outros líderes".

    Em março, Trump impôs tarifas sobre aço e alumínio importados de um grande número de países ao redor do mundo, incluindo Canadá, México, Brasil e China. Ele também ameaçou impor novas tarifas sobre carros estrangeiros, a fim de equilibrar o déficit comercial dos EUA.

    Tags:
    USMCA, NAFTA, CNN, Justin Trudeau, Donald Trump, Estados Unidos, China, Brasil, México, Canadá
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik