08:23 17 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Mauricio Macri, presidente da Argentina

    Peso argentino despenca após acordo com o FMI

    © REUTERS / Rodrigo Garrido
    Américas
    URL curta
    9111

    O peso argentino caiu mais um dia depois que a Casa Rosada chegou a um novo acordo de empréstimo com o Fundo Monetário Internacional (FMI).

    O acerto entre FMI e Buenos Aires já era o maior resgate financeiro da história da instituição com seu primeiro valor, de US$ 50 bilhões, e foi aumentado para US$ 57,1 bilhões. A expectativa é que com ele os credores internacionais acreditem na capacidade da Argentina de pagar suas contas. 

    Desde o início do ano, o peso argentino já perdeu metade de seu valor em relação ao dólar. O país também enfrenta uma inflação de dois dígitos.

    Os investidores temem que as condições de política monetária impostas pelo acordo possam causar mais volatilidade para a economia da Argentina.

    O presidente Mauricio Macri disse em uma coletiva de imprensa que há "meses difíceis pela frente", mas está convencido de que "este é o único caminho".

    Mais:

    Ajuste fiscal e inflação enorme: crise na Argentina deveria servir de alerta para Brasil?
    Macri reitera na ONU o direito da Argentina pelas Ilhas Malvinas
    Pressa em acordo com FMI prejudicou ainda mais economia argentina, diz especialista
    Presidente do Banco Central da Argentina renuncia ao cargo
    Argentina constrói maior parque de energia solar do mundo em terras indígenas (FOTOS)
    'Crise brasileira está afetando mais a Argentina do que ao contrário', diz economista
    Tags:
    FMI, Argentina
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik