23:33 18 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Para Mônica Valente, presença da OTAN na América Latina é uma forma de ingerência norte-americana na região

    Secretária do PT: OTAN na América Latina é retrocesso e ameaça à paz

    © AFP 2018 / GEORGES GOBET
    Américas
    URL curta
    573

    A secretária de Relações Internacionais do Partido dos Trabalhadores, que participou, na última semana, do XXIV Encontro do Foro de São Paulo, comentou, em entrevista à Sputnik Brasil, a preocupação gerada em vários países latino-americanos com a entrada da Colômbia na Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN).

    De acordo com Mônica Valente, a América Latina passou os últimos anos construindo e fortalecendo instituições multilaterais, independentemente das orientações ideológicas dos governos, para defender valores comuns às nações da região, como solidariedade, integração, respeito à soberania e ao princípio da não ingerência e busca de soluções pacíficas para crises. Para ela, a adesão de um país do continente a uma aliança militar como essa representa uma ameaça a esses valores e, consequentemente, à paz.

    "Obviamente, nos preocupa. E nós consideramos isso um retrocesso e uma ameaça à paz na região. É completamente estranho à nossa cultura política latino-americana esse tipo de resolução de conflitos…", disse ela. "Nós vemos isso como uma ingerência norte-americana na região, o que é inaceitável do nosso ponto de vista", acrescentou.

    Uma forma de reagir a essa alegada ingerência, segundo a petista, será através de uma campanha de denúncias contra isso e de fortalecimento dos organismos regionais, como a Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (CELAC) e a União de Nações Sul-Americanas (Unasul).

    "Contra essa entrada dos nossos países nessas alianças militares que não têm nada a ver com a nossa região, nós vamos fazer uma campanha de manutenção e de resistência… Contra a destruição das instituições multilaterais que os nossos governos progressistas conseguiram construir."

    Mais:

    Imprensa norte-americana nomeia arma russa que deixará OTAN 'indefesa'
    A pequena linha entre ser agressivo e mau contribuinte na OTAN
    'Povo agressivo': Trump diz que Montenegro poderá envolver OTAN na 3ª Guerra Mundial
    Trump: OTAN 'estava fraca, mas está forte de novo'
    Tags:
    PT, OTAN, CELAC, Unasul, Mônica Valente, EUA, Brasil, Colômbia, Caribe, América Latina
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik