13:48 16 Julho 2019
Ouvir Rádio
    John McCain, senador dos EUA

    Senador McCain sobre ameaças de Trump à Coreia do Norte: está sempre exagerando tudo

    © AP Photo / J. Scott Applewhite
    Américas
    URL curta
    1053

    O senador norte-americano John McCain criticou o presidente do país, Donald Trump, por este ter prometido responder com “fogo e fúria” a possíveis provocações da Coreia do Norte.

    O senador acredita que não era preciso mostrar tal reação a este tipo de desafios.

    "Não estou de acordo com o comentário do presidente, pois quando você diz que está disposto a fazer algo, deve ser capaz de fazê-lo". Disse McCain em entrevista à emissora KTAR.

    O senador também acrescentou que não entende a ideia das palavras de Trump.

    "Não sei o que é que ele diz, há muito que desisti de tentar entender suas palavras. O que ele disse não é horrível, mas é típico de Trump, ele está sempre exagerando tudo" afirmou.

    John McCain, presidente do Comitê das Forças Armadas do Senado, tem muita influência na política exterior e de defesa dos EUA. Em julho, o senador de 80 anos sofreu uma operação após a qual foi diagnosticado com um tumor no cérebro. Apesar da doença grave, McCain não pretende deixar o cargo.

    Mais cedo, o presidente dos Estados Unidos afirmou que a Coreia do Norte "vai receber fogo e fúria" caso volte a ameaçar os EUA. A firmação foi feita em resposta às palavras do governo norte-coreano, que prometeu tomar medidas "físicas" após as novas sanções impostas contra Pyongyang pela ONU.

    Mais:

    Coreia do Norte reage às ameaças de Trump e cogita 'seriamente' atacar área dos EUA
    Guerra vem aí? Trump alerta Coreia do Norte: 'Se nos ameaçarem, receberão fogo e fúria'
    Tags:
    ameaças, crítica, Donald Trump, John McCain, Coreia do Norte, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar