02:28 17 Agosto 2018
Ouvir Rádio
    Agência Central de Inteligência dos EUA (CIA na sigla em inglês)

    Chanceler da Venezuela acusa Peru e Colômbia de colaborar com a CIA

    © AP Photo / Carolyn Kaster
    Américas
    URL curta
    40133

    O ministro das Relações Exteriores da Venezuela, Samuel Moncada, acusou Colômbia e Peru de fazer parte de um plano da CIA para desestabilizar Caracas.

    Argentina, Colômbia, Panamá e Peru afirmaram que não irão reconhecer o resultado da eleição da Assembleia Constituinte que ocorre neste domingo (30) na Venezuela.

    "O Peru anunciou que o que estamos fazendo eles desconhecem, é dizer que o Peru manda mais na Venezuela que o povo venezuelano, assim o fez a Colômbia, obedecendo ao plano da CIA. O diretor da entidade já disse que os estava coordenando para que derrotem ao Governo constitucional e para esmagar o povo livre da Venezuela", disse Moncada em discurso transmitido pela TV estatal.

    O chanceler já acusou publicamente Colômbia e México de conspirar com a CIA para derrubar o presidente Nicolás Maduro.

    Moncada mostrou trechos de uma entrevista da empresa de pesquisa Asymmetrica com o diretor da CIA, Mike Pompeo, em que Pompeo afirma que os Estados Unidos têm um profundo interesse em garantir que a Venezuela seja um país "estável" e "democrático".

    "Eu estava na Cidade do México e em Bogotá na semana passada falando sobre esta questão precisamente, tentando ajudá-los a entender as coisas que poderiam fazer para alcançar melhores resultados para o seu canto do mundo e nosso canto do mundo", disse Pompeo durante a entrevista.

    O presidente dos EUA, Donald Trump, já afirmou que irá aplicar sanções contra Caracas caso as eleições da Assembleia Constituinte sejam cumpridas.

    Mais:

    Explosão deixa policiais feridos em protesto na Venezuela (VÍDEOS)
    Candidato à Assembleia Constituinte na Venezuela é morto a tiros
    Procuradora-Geral da Venezuela alerta para 'risco de totalitarismo' no país após eleições
    Eleição de Assembleia Constituinte deve agravar crise política na Venezuela
    Protestos de rua serão proibidos na Venezuela a partir de sexta-feira
    Tags:
    CIA, Samuel Moncada, Mike Pompeo, Nicolás Maduro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik