23:49 12 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    GBU-43/B Massive Ordnance Air Blast

    A 'Mãe de Todas as Bombas' está esperando um filho

    © Foto / U.S. Department of Defense
    Américas
    URL curta
    625
    Nos siga no

    Os militares dos Estados Unidos estão desenvolvendo uma versão miniatura do armamento conhecido como ‘Mãe de Todas as Bombas’, lançado em abril deste ano no Afeganistão, informou o portal Defense Tech.

    De acordo com a reportagem, os militares norte-americanos estão trabalhando na chamada “arma do futuro” para a Força Aérea do país. Os engenheiros do Laboratório de Investigações estão desenvolvendo o projeto por intermédio da tecnologia de impressão 3D.

    “Temos trabalhado na cópia [de bombas] nos últimos 5-10 anos”, resumiu John Corley, acadêmico da Força Aérea dos EUA.

    Corley esclareceu que a bomba foi projetada para incluir “efeitos selecionáveis”.

    “Um dia você pode querer que a mesma arma produza um efeito pequeno ou um grande efeito, e agora nós podemos controlar isso… [através da] altura da explosão”, afirmou.

    No dia 13 de abril, os militares dos EUA lançaram a Artilharia Maciça de Explosão no Ar (MOAB, sigla em inglês), a ‘Mãe de Todas as Bombas’, que trata-se da maior bomba não-nuclear do arsenal norte-americano.

    De acordo com a imprensa à época, mais de 80 militantes terroristas do Daesh foram mortos na província de Nangarhar, no leste do Afeganistão, durante o ataque. O lançamento da bomba foi feito através de um jato MC-130, informou o Pentágono.

    O bombardeio alvejou cavernas dos jihadistas próximas à fronteira com o Paquistão e foi operado pelo Comando de Operações Especiais da Força Aérea americana.

    Mais:

    Daesh diz que a 'Mãe de Todas as Bombas' não causou danos, relata AFP
    'Mãe de Todas as Bombas' matou 36 terroristas no Afeganistão
    EUA avaliam os efeitos da 'Mãe de Todas as Bombas' no Afeganistão
    Tags:
    moab, armamentos pesados, terrorismo, guerra, Mãe de todas as bombas, Daesh, Força Aérea dos EUA, John Corley, Afeganistão, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar