11:27 26 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Logo da CIA

    CIA revela como Israel escondeu suas atividades dos EUA

    © AFP 2017/ SAUL LOEB
    Américas
    URL curta
    243040119

    Israel escondia vários segredos da Agência Central de Inteligência dos EUA (CIA), conforme indicam documentos recentemente desclassificados, afirmou Amir Oren, autor do artigo para o jornal israelense Haaretz.

    Cerca de um milhão de documentos, divulgados recentemente pela agência de espionagem dos Estados Unidos, mostram a natureza da relação entre os dois aliados.

    De acordo com os documentos em questão, EUA não estavam cientes das motivações secretas por trás da decisão de Israel de anunciar pela rádio pública os exercícios militares para testar a mobilização dos reservistas do Exército em abril de 1959. Este fato semeou o pânico no país e alertou os vizinhos árabes do território hebreu.

    A verdadeira razão do falso anúncio buscava prolongar uma armadilha para a Força Aérea egípcia, criando a impressão de que Israel estava prestes a atacar.

    Os líderes israelenses esperavam que o Egito respondesse ao anúncio com o envio de seus aviões para levar a cabo missões de vigilância sobre o deserto de Negev, onde a Força Aérea israelense poderia interceptá-los.

    A CIA também não sabia que Golda Meir, primeira-ministra de Israel entre 1969 e 1974, tinha câncer terminal. Os agentes só ficaram sabendo de sua doença quando ela morreu em 1978.

    "Não tínhamos a menor ideia de que ela sofria de uma doença fatal", reflete um dos documentos recentemente desclassificados.

    Durante muito tempo, as relações entre os EUA e Israel são estreitas, mas os novos documentos levantam questões sobre o grau de confiança entre as agências de inteligência de ambos os países.

    Mais:

    EUA e Israel negociam acordo multibilionário de cooperação militar
    CIA pode hackear seu Windows, revela WikiLeaks
    Assange: 'CIA perdeu o controle do seu arsenal de armas cibernéticas'
    Tags:
    desclassificação, documentos secretos, CIA, EUA, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik