01:16 10 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    130
    Nos siga no

    O presidente venezuelano, Nicolas Maduro, transferiu pelo menos 15 de seus poderes, incluindo a nomeação de vice-ministros, para o vice-presidente do país, Tareck El Aissami, segundo informa a mídia local.

    El Aissami terá o direito de nomear vice-ministros, assinar decretos sobre expropriação, isentar empresas estratégicas do Imposto sobre Valor Agregado, além de ser responsável pela distribuição de fundos entre ministérios, de acordo com o portal Noticias24.

    O vice de Maduro foi nomeado para o cargo em 4 de janeiro de 2017. De acordo com a Constituição venezuelana, em caso de vacância no posto presidencial as atribuições do presidente transferem-se para o vice-presidente, se a situação ocorrer após a conclusão da metade do mandato presidencial.

    Em 9 de janeiro, o parlamento venezuelano declarou que Maduro havia “abandonado” seu cargo por supostamente não cumprir seus deveres constitucionais, mas a Suprema Corte de Justiça afirmou que a Assembléia Nacional não tinha poderes constitucionais para declarar o abandono. Maduro classificou as ações do parlamento como uma tentativa de golpe.

    Mais:

    Maduro exige união da América Latina e agradece a vizinhos por apoio
    Maduro pede fim das 'conspirações' norte-americanas contra a Venezuela ao governo Trump
    O que será de Maduro e oposição após mais uma tentativa fracassada de impeachment?
    Maduro denuncia tentativa de golpe de Estado na Venezuela
    Tags:
    poderes, transferência, vice-presidente, parlamento, golpe, presidente, Tareck El Aissami, Nicolas Maduro, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar