08:05 26 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Presidenciável do Partido Democrata Hillary Clinton

    Hillary atribui derrota nas eleições a 'antipatia' de Putin contra ela

    © REUTERS/ Carlos Barria
    Américas
    URL curta
    211403317

    A ex-candidata democrata também mencionou o FBI, que reabriu investigação contra ela a uma semana da votação.

    A candidata derrotada à presidência dos Estados Unidos, Hillary Clinton, afirmou que sua derrota se deveu à confluência de dois eventos "sem precedentes": um ataque cibernético da Rússia e a reabertura da investigação do FBI sobre o polêmico caso dos e-mails no seu servidor pessoal.

    Em gravação divulgada pelo The New York Times, Hillary afirma que sua derrota se deveu, em parte, a "antipatias" do presidente russo, Vladimir Putin contra ela. Ela mencionou um "complô sem precedentes dos russos", algo que "deveria preocupar a todos os americanos".

    Hillary disse que o ataque cibernético não foi só contra sua campanha, mas "contra o país" e pediu uma investigação profunda no Congresso, porque "o público precisa saber o que aconteceu e para prevenir novos ataques".

    Relação complicada com o FBI

    A ex-candidata disse ainda que a carta do diretor do FBI, James Comey, que reavivou a polêmica do uso indevido de e-mails a uma semana da votação foi um dos fatores que modificou o voto dos eleitores em estados-chave, como os do Wisconsin, Pensilvânia, Flórida e Carolina do Norte.

    As declarações foram dadas em um evento privado de arrecadação de fundos em Nova Iorque.

    Mais:

    Alegações de ataques hackers da Rússia são rentáveis para inteligência militar dos EUA
    Assessor de Trump: otimismo nas relações entre Rússia e EUA
    Tags:
    FBI, The New York Times, Hillary Clinton, James Comey, Vladimir Putin, Nova Iorque, Estados Unidos, Wisconsin, Carolina do Norte, Pensilvânia, Flórida
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik