13:55 16 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    US Democratic presidential nominee Hillary Clinton listens as she is introduced at a campaign rally in Las Vegas, Nevada, US November 2, 2016.

    Usuários da Internet atacam Clinton por comentários sobre 'epidemia de notícias falsas'

    © REUTERS / Brian Snyder
    Américas
    URL curta
    6190
    Nos siga no

    Na quinta-feira (8), Hillary Clinton apelou inesperadamente à tomada de medidas contra a "epidemia de notícias falsas que se espalham por todo o mundo".

    Ela se apresentou ao público na quinta-feira (8) para se pronunciar sobre a tragédia de Pizzagate que tinha acontecido há uma semana devido a notícias falsas.

    Um homem abriu fogo em uma pizzaria em Washington após ter lido na Internet uma história terrível, mas falsa.

    A história dizia que o restaurante detinha crianças como parte de um sistema de escravidão sexual… liderado por Clinton.

    Felizmente, do tiroteio não resultaram feridos.

    Hillary Clinton, cuja campanha eleitoral foi frequentemente acusada da criação de notícias falsas, apelou no seu discurso à tomada de medidas imediatas.

    ​As mídias principais relatam que o discurso de Hillary contra notícias falsas não caíram bem aos usuários da Internet.

    CBS News:

    Hillary Clinton: "Deixe-me só mencionar uma ameaça em particular que deve preocupar todos os americanos… a epidemia de notícias maliciosas falsas"

    Shane Flannagan:

    Tiros de sniper falsos, vídeos falsos de Bengasi em YouTube, eu não estava doente, Bill não teve um caso. Ela é a rainha das notícias falsas.

    Os usuários de Twitter lançaram sarcasmo contra CBS dizendo a frase "sim, notícias falsas devem preocupar mais do que a segurança cibernética, economia ou a meia-dúzia de guerras em que nós estamos envolvidos".

    ​Stefan Molyneux

    Numa demonstração incrível de integridade, Hillary Clinton assume completa responsabilidade pela sua derrota nas eleições! Estava brincando — ela acusa as notícias falsas!

    Democratas por Trump:

    Aqui a CNN está realmente caluniando cada um de nós. Chamando-nos de mentirosos. Não, CNN, nós vamos destruir-te.

    A equipe oficial de assistência ao WikiLeaks também se apressou a expressar seu ponto de vista.

    WikiLeaks Task Force:

    Lembrete: a "epidemia" de notícias falsas "perigosas" apareceu com a campanha de Clinton pretendendo que os e-mails do Wikileaks eram falsos.

    A própria Clinton não reagiu à resposta negativa que está enfrentando agora.

    Mais:

    Trump retalia Clinton pela recontagem de votos e diz que 3 estados fraudaram eleições
    Trump quer persuadir outros países investigar Fundação Clinton
    Campanha de Hillary Clinton diz que vai participar da recontagem de votos
    Recontagem de votos prestes a começar: Fora Trump e volta Clinton?
    Escolares russos apresentam jogo sobre Trump e Clinton
    Tags:
    falso, usuários, derrota, notícias, epidemia, Internet, ameaça, CBS News, Democratas, Twitter, CNN, WikiLeaks, Donald Trump, Hillary Clinton, EUA, Washington
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar