Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Tel Aviv suspeita de ciberataque do Irã em falsos alarmes em 2 cidades de Israel, segundo mídia

CC BY 2.0 / Flickr.com / xiquinhosilva / Eliat, Israel (imagem de arquivo).
Eliat, Israel (imagem de arquivo). - Sputnik Brasil, 1920, 21.06.2022
Nos siga noTelegram
Duas cidades em Israel passaram por falsos alarmes no domingo (19), com algumas autoridades israelenses apontando Irã como autor de ataques cibernéticos.
Um ataque cibernético liderado pelo Irã foi responsável por uma série de falsos alarmes de sirenes em Israel e Eilat, acreditam as autoridades de segurança cibernética de Israel, citadas pela Rádio do Exército Israelense.
As sirenes teriam tocado por quase uma hora no domingo (19) em Eilat, no sul de Israel, e nos bairros Talpiot, Katamon e Beit Hakerem de Jerusalém.
Segundo o relato, o pessoal da Direção Cibernética Nacional Israelense (INCD, na sigla em inglês) suspeita que um ataque cibernético coordenado estava "por trás de um mau funcionamento do sistema" que permitia aos cibercriminosos acessar e ativar os sistemas de sirenes do município, que têm um nível de segurança diferente do sistema de alarme do Comando da Frente Interna das Forças de Defesa de Israel (FDI).
Yair Golan, ex-chefe do Estado-Maior das FDI, suspeita que Teerã possa ser o coordenador dos ataques, e que "Israel está se preparando para as tentativas iranianas de prejudicar o país através da guerra cibernética".
Pedestres na avenida Istiklal, Istambul - Sputnik Brasil, 1920, 18.06.2022
Panorama internacional
Israel: ameaças 'concretas' de ataque iraniano a israelenses em Istambul neste fim de semana
Radiflow, uma startup israelense de segurança cibernética industrial, afirmou que o incidente revelou um possível ponto fraco de Israel.
"Ainda não se sabe se este ataque de sirene do Irã foi uma bandeira falsa ou uma ativação acidental, mas a falta de segurança cibernética municipal é clara", disse em uma declaração de segunda-feira (20) Ilan Barda, CEO da empresa.
As autoridades informaram não ter detectado nenhum resgate ou plano de extorsão.
Falando na segunda-feira (20) ao jornal Jerusalem Post, uma fonte diplomática desvalorizou a gravidade do suposto ataque cibernético, dizendo que "há uma atividade cibernética constante contra Israel".
"Em termos de Israel trabalhar para aumentar sua resiliência cibernética, não está em um lugar ruim", disse ela, destacando que Tel Aviv, em cooperação com outros países, está pronta para construir uma versão cibernética de seu sistema de defesa Cúpula de Ferro.
"As manchetes exageraram sobre as sirenes ontem", afirmou a fonte diplomática.
Teerã não respondeu às alegações sobre sua suposta autoria dos ataques cibernéticos.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала