Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Satélites americanos fotografaram ilha Zmeiny dias antes do ataque ucraniano

© Sputnik / Serviço de imprensa do Ministério da Defesa da RússiaTransporte para Sevastopol dos militares ucranianos da ilha Zmeiny que se entregaram à Rússia
Transporte para Sevastopol dos militares ucranianos da ilha Zmeiny que se entregaram à Rússia - Sputnik Brasil, 1920, 21.06.2022
Nos siga noTelegram
Satélites comerciais americanos fotografaram a ilha Zmeiny, no mar Negro, poucos dias antes de uma tentativa da Ucrânia de capturar a ilha com ataques e desembarques, revelaram os correspondentes da Sputnik.
Assim, o satélite Worldview-3 registrava a Zmeiny em 14 de junho, e o Worldview-1 em 17 de junho.
Conforme informou nesta terça-feira (21) o Ministério da Defesa da Rússia, as forças ucranianas realizaram ontem contra a ilha ataques aéreos e de artilharia, porém, a Defesa Antiaérea russa eliminou todos os alvos, derrubando 14 drones, quatro mísseis e um projétil Uragan. Depois disso, as tropas da Ucrânia desistiram do desembarque.
Não tendo conseguido capturar a ilha Zmeiny, os militares ucranianos atacaram com mísseis antinavio e um drone as plataformas de extração de gás Chernomorneftegaz, resultando no desaparecimento de sete pessoas.
A área das plataformas no mar Negro também foi registrada pelos satélites americanos uma semana antes do ataque.
Soldados russos limpam seus veículos de artilharia autopropulsados ​​antes de um ensaio para o desfile militar do Dia da Vitória em Moscou, Rússia, quarta-feira, 4 de maio de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 10.05.2022
Panorama internacional
MD russo: Ucrânia perde 4 aviões, 10 helicópteros e mais de 30 drones ao tentar capturar ilha Zmeiny
A Sputnik solicitou um comentário da empresa americana, operadora dos satélites comerciais Maxar Technologies, mas não recebeu resposta.
Washington repetidamente afirmou que presta a Kiev dados de inteligência. Enquanto isso, segundo relatos da mídia, o presidente americano Joe Biden não está contente com vazamentos à mídia sobre o assunto, uma vez que, na opinião dele, isso subestima o papel de Washington na situação em torno da Ucrânia.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала