Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

MD russo: drone de vigilância RQ-4 Global Hawk dos EUA é detectado no espaço aéreo da ilha Zmeiny

© AP Photo / Northrop Grumman via Marinha dos EUA, Erik HildebrandtRQ-4 Global Hawk
RQ-4 Global Hawk - Sputnik Brasil, 1920, 21.06.2022
Nos siga noTelegram
Ontem, 20 de junho, as tropas ucranianas efetuaram uma tentativa de capturar a ilha Zmeiny com ataques aéreos e de artilharia e desembarques, informou na terça-feira (21) o Ministério da Defesa da Rússia.

Contudo, segundo o comunicado divulgado pela pasta, "o bombardeio falho forçou o adversário a desistir do desembarque na ilha Zmeiny. Ao se convencer do fracasso da tentativa de capturar a ilha, o regime de Kiev recorreu a uma nova aventura relativamente às instalações da infraestrutura russa de extração de gás no noroeste do mar Negro".

A proteção dos veículos aéreos não tripulados ucranianos na área da ilha foi mantida por sistemas S-300 a partir de posições em Tuzla e Ochakov, segundo a Defesa russa. A aviação da Rússia destruiu dois lançadores de mísseis S-300 na região de Odessa.
Além disso, no espaço aéreo da ilha Zmeiny foi detectado um drone de vigilância norte-americano RQ-4 Global Hawk. O Exército ucraniano realizou os ataques contra a ilha por meio de mísseis Tochka-U, lançadores múltiplos de foguetes Uragan e obuseiros M-777 de 155 mm, conforme o MD.
Após terem fracassado em capturar Zmeiny, as forças da Ucrânia atacaram as plataformas BK-1 e Krym-1, da empresa Chernomorneftegaz, com mísseis antinavio. A provocação ucraniana resultou em um forte incêndio, criando perigo de uma catástrofe ecológica, ressaltaram na pasta.
A defesa antiaérea da Rússia conseguiu eliminar todos os alvos, tendo derrubado 14 drones, quatro mísseis, um foguete de Uragan, assim que nenhum projétil atingiu seu alvo, afirmaram no ministério.
Sistema de defesa costeira Bastion - Sputnik Brasil, 1920, 20.06.2022
Panorama internacional
Míssil Oniks atinge aeródromo de Artsiz na região de Odessa, comunica MD da Rússia
Além disso, foram eliminados dois pelotões de artilharia de obuseiros M-777 na ilha Kubansky.
Em resposta aos ataques de Kiev, as forças russas destruíram com mísseis de cruzeiro Oniks hangares com drones ucranianos Bayraktar-TB2 no aeródromo Shkolny, nos arredores de Odessa.
Conforme o comunicado, o adversário está sofrendo baixas significativas, em particular na 57ª Brigada em Severodonetsk, enquanto as reservas para recuperação das perdas já se esgotaram.
O ministério relatou também que Kiev informou sobre a suposta viagem do presidente Zelensky a Lisichansk, mas o agrupamento ucraniano nesta região está cortado das forças principais. Além disso, a brigada alegadamente visitada por Zelensky foi abandonada pelo comando, aos sobreviventes só restava se renderem.
Segundo os dados da Defesa russa, a Ucrânia está realizando a mobilização forçada nas regiões de Dnepropetrovsk, Carcóvia e Zaporozhie, detendo homens em idade de servir o Exército.
Nas últimas 24 horas, as tropas de mísseis e artilharia russas, junto com a aviação, aniquilaram mais 570 nacionalistas ucranianos. Além do mais, a defesa antiaérea russa derrubou um avião ucraniano Su-25 em Carcóvia, bem como 19 drones, e interceptou cinco mísseis Tochka-U e 30 projéteis de sistemas Uragan.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала