Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Crise de abastecimento: Alemanha vai testar rota para escoamento de grãos ucranianos

© Foto / Pixabay / VanVangelisTrem de carga (imagem referencial)
Trem de carga (imagem referencial) - Sputnik Brasil, 1920, 20.06.2022
Nos siga noTelegram
Embaixadora alemã afirmou que a carga vai viajar pela Polônia com a ajuda de ferrovias germânicas.
Berlim está planejando criar um corredor de teste para a exportação de grãos ucranianos por via férrea, disse a embaixadora alemã na Ucrânia, Anka Feldhusen, nesta segunda-feira (20).

"A exportação de grãos ucranianos pelos portos de Odessa vai ser impossível no curto prazo, por isso precisamos trabalhar nas oportunidades de exportação via Polônia. A Alemanha planeja facilitar isso, principalmente com a ajuda da ferrovia alemã. Estamos trabalhando com nossos parceiros ucranianos para realizar uma remessa de teste em um futuro próximo", disse Feldhusen ao portal de notícias ucraniano UNIAN.

A União Europeia (UE) intensificou os esforços para criar "corredores de solidariedade" para o transporte terrestre de grãos ucranianos, preocupada com a perspectiva de uma crise alimentar se os suprimentos não chegarem ao seu destino. A Ucrânia, um grande produtor de grãos, não consegue exportar seus grãos por mar devido ao conflito em curso no país, com cerca de 22 a 25 milhões de toneladas de grãos atualmente presos nos portos da Ucrânia. As nações ocidentais acusaram a Rússia de bloquear essas exportações, mas Moscou diz que os militares ucranianos são os culpados por terem minado os portos.
Atualmente, as opções para a exportação de grãos ucranianos por terra estão em andamento, mas de acordo com a ministra das Relações Exteriores da Alemanha, Annalena Baerbock, é improvável que todo o grão possa ser escoado desta forma.
O chefe das Relações Exteriores da União Europeia (UE), Josep Borrell, fala à imprensa durante reunião do Conselho de Relações Exteriores da UE no edifício do Conselho em Luxemburgo, 20 de junho de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 20.06.2022
Panorama internacional
Crise de abastecimento: UE diz que alimentos e fertilizantes russos estão livres de sanções

"Está claro que, no final, definitivamente não seremos capazes de retirar todo o grão, mas se pelo menos conseguirmos liberar alguns deles por rotas diferentes, isso ajudaria a neutralizar a [crise alimentar] global", disse Baerbock nesta segunda-feira ao chegar a reunião de ministros das Relações Exteriores da UE em Luxemburgo. Ela enfatizou que Berlim está atualmente negociando com a Romênia e a Polônia sobre possíveis maneiras de salvar as exportações da Ucrânia.

O presidente russo, Vladimir Putin, disse recentemente que Moscou garantiria a passagem segura de navios que transportam grãos ucranianos se Kiev esvaziasse seus portos de minas ou pudesse garantir a exportação de mercadorias através de portos controlados pela Rússia, como Berdiansk e Mariupol. No entanto, durante o fórum econômico do SPIEF em São Petersburgo na semana passada, ele disse que existem cinco ou seis outras opções e sugeriu que Kiev deve escolher uma sem a influência de seus parceiros ocidentais.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала