Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Nações da Liga Árabe são pressionadas a condenar operação russa na Ucrânia, diz líder da união

© AFP 2022 / ALEXANDER ZEMLIANICHENKOChanceler russo, Sergei Lavrov, durante reunião com representantes dos Estados da Liga Árabe em Moscou, 4 de abril de 2022
Chanceler russo, Sergei Lavrov, durante reunião com representantes dos Estados da Liga Árabe em Moscou, 4 de abril de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 13.06.2022
Nos siga noTelegram
O Ocidente tem pressionado os países da Liga Árabe a denunciar a Rússia e sua operação especial na Ucrânia, disse o secretário-geral da organização, Ahmed Aboul Gheit.
Fundada em 1945, a Liga Árabe compreende atualmente 22 Estados árabes.
"O mundo ocidental exerce pressão sobre nós: 'Votem conosco. Manifestem oposição à postura russa. Condenem-na'", afirmou no domingo (12) Ahmed Aboul Gheit em entrevista ao canal de TV egípcio Sada el-Balad.

"Eles [países da Liga Árabe] não sucumbiram a este ditado a que foram submetidos, e alguns até se recusaram a votar para condenar as ações da Federação da Rússia", continuou.

O secretário-geral enfatizou que o Ocidente está fazendo com que os membros da organização tomem o partido dele e se oponham e condenem Moscou para "cercar" a Rússia.
Bandeiras da Rússia, UE, França - Sputnik Brasil, 1920, 08.06.2022
Panorama internacional
Professor americano compara danos das sanções para Rússia e para Ocidente: 'O custo será esmagador'
Em resposta ao início da operação especial russa na Ucrânia, anunciada pelo presidente Vladimir Putin em 24 de fevereiro em uma tentativa de proteger as pessoas das repúblicas de Donbass, os países ocidentais desencadearam uma campanha de sanções antirrussas e começaram a fornecer armas para Kiev.
De acordo com Putin, o objetivo da operação é proteger os indivíduos em Donbass, "que foram sujeitos a abusos e genocídio pelo regime de Kiev por oito anos".
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала