Pessoas usando máscaras de proteção caminham por rua em Paris, França, 27 de maio de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Sociedade e cotidiano
As principais notícias, reportagens e artigos sobre sociedade e a rotina cotidiana.

Hubble determina tamanho de buraco negro isolado na Via Láctea (FOTO)

© Foto / ESA/Hubble, Digitized Sky Survey, Nick Risinger (skysurvey.org), N. BartmannImpressão artística de um buraco negro isolado
Impressão artística de um buraco negro isolado - Sputnik Brasil, 1920, 11.06.2022
Nos siga noTelegram
Os astrônomos estimam que haja 100 milhões de buracos negros vagando entre as estrelas da Via Láctea, contudo nunca identificaram de forma conclusiva nenhum destes corpos isolados.
O buraco negro errante recém-detectado fica a aproximadamente 5.000 anos-luz de distância da Terra, no braço espiral Carina-Sagitário da nossa galáxia.
Esta descoberta permite estimar que o buraco negro isolado mais próximo da Terra possa estar a aproximadamente 80 anos-luz de distância.
© Foto / NASA, ESA, K. Sahu (STScI), J. DePasquale (STScI)Nos detalhes, da esquerda para a direita, é possível observar a mudança no brilho de uma estrela causada pela passagem de um buraco negro à sua frente
Nos detalhes, da esquerda para a direita, é possível observar a mudança no brilho de uma estrela causada pela passagem de um buraco negro à sua frente - Sputnik Brasil, 1920, 11.06.2022
Nos detalhes, da esquerda para a direita, é possível observar a mudança no brilho de uma estrela causada pela passagem de um buraco negro à sua frente
Os buracos negros isolados não podem ser fotografados pelos telescópios, pois não emitem luz, contudo, eles distorcem o espaço, desviando e amplificando a luz das estrelas e de tudo o que se alinha momentaneamente atrás deles.
Após analisar os dados do Hubble, a equipe afirmou que o corpo celeste pode ser uma estrela de nêutrons ou um buraco negro com uma massa entre 1,6 e 4,4 vezes a do Sol.

"Seja o que for, o objeto é o primeiro remanescente estelar escuro descoberto vagando pela galáxia de maneira isolada", afirmou Casey Lam, da Universidade da Califórnia.

De acordo com a equipe, a descoberta de buracos negros isolados fornecerá novos dados sobre a população destes objetos na Via Láctea.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала