Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Supremo Tribunal da RPD condena à pena de morte mercenários que combateram em Donbass

© Sputnik / Konstantin Mikhalchevsky / Abrir o banco de imagensMercenários estrangeiros Shaun Pinner, Aiden Aslin e Saadoun Bragim no tribunal em Donetsk
Mercenários estrangeiros Shaun Pinner, Aiden Aslin e Saadoun Bragim no tribunal em Donetsk - Sputnik Brasil, 1920, 09.06.2022
Nos siga noTelegram
O Supremo Tribunal da República Popular de Donetsk (RPD) condenou à pena de morte dois cidadãos britânicos e um cidadão marroquino que combateram ao lado de militantes ucranianos, informou um jornalista da Sputnik.
De acordo com o veredito do Supremo Tribunal da RPD, o cidadão marroquino Saadoun Bragim e dois cidadãos britânicos Aiden Aslin e Shaun Pinner foram condenados à pena capital. Em conformidade com as leis da república, os condenados serão fuzilados.
Na quarta-feira (8), Pinner, Aslin e Bragim confessaram ser culpados por atos que visam a tomada violenta do poder.
O respectivo artigo do Código Penal da RPD prevê pena de morte. Aslin também se declarou culpado sob o artigo "treinamento com objetivo de realização de atividades terroristas".
Os mercenários norte-americanos - Sputnik Brasil, 1920, 08.06.2022
Panorama internacional
EUA e Reino Unido recrutam mercenários para Ucrânia, diz MRE russo

A investigação determinou que os mercenários estrangeiros participaram por uma remuneração da agressão armada da Ucrânia para tomada de poder na República Popular de Donetsk com uso de violência.

Informa-se ainda que os mercenários vão recorrer desta decisão no Supremo Tribunal da república.
"A vontade dos três réus é recorrer deste veredito porque eles não estavam preparados para ouvir hoje a imposição a eles da pena de morte", disse um advogado à Sputnik.
Chefe da RPD, Denis Pushilin, disse que os mercenários estrangeiros condenados têm um mês para recorrer da decisão do tribunal.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала