Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

EUA aprovam venda de US$ 120 milhões em peças de reposição para Taiwan manter seus navios de guerra

© AP Photo / Chiang Ying-yingNavio de transporte anfíbio Yushan da Marinha de Taiwan, de construção nacional, durante sua cerimônia de lançamento em Kaosiung, Taiwan, 13 de abril de 2021
Navio de transporte anfíbio Yushan da Marinha de Taiwan, de construção nacional, durante sua cerimônia de lançamento em Kaosiung, Taiwan, 13 de abril de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.06.2022
Nos siga noTelegram
Segundo a pasta da Defesa taiwanesa, a manutenção das embarcações tem como objetivo garantir a segurança de Taipé diante das incursões aéreas chinesas em seu território.
Os Estados Unidos aprovaram venda de peças de reposição no valor de US$ 120 milhões (R$ 589 milhões) para ajudar Taiwan a manter seus navios de guerra, segundo comunicado publicado na quarta-feira (8) pela Agência de Cooperação de Defesa e Segurança dos EUA (DSCA, na sigla em inglês).
O negócio acordado entre os dois países inclui peças sobressalentes e de reparo não classificadas para navios e sistemas de embarcações, assistência técnica logística e representantes de empreiteiros, além de outros elementos de serviço, informados pela agência.
"A venda sugerida contribuirá para sustentar a frota de navios de superfície do destinatário, aumentando sua capacidade de lidar com ameaças atuais e futuras", diz o texto. A DSCA também indicou que a transação "serve aos interesses nacionais, econômicos e de segurança dos Estados Unidos, apoiando os esforços contínuos do destinatário para manter uma capacidade defensiva confiável".
Por sua vez, o Ministério da Defesa de Taiwan informou que o acordo entrará em vigor dentro de um mês e agradeceu a Washington pelo apoio na ajuda à região.

"Em vista das recentes atividades de aeronaves chinesas em nossos domínios aéreos e marítimos, o acordo do lado americano sobre a venda de peças sobressalentes para navios de guerra ajudará a manter o equipamento adequado de nossos navios de guerra e reabastecer seu consumo de necessidades reais das missões militares", disse o governo de Taipé.

Atualmente, um dos principais países que enviam armas para Taiwan são os Estados Unidos. Mesmo não reconhecendo a ilha autogovernada como independente, ou seja, a observa como fazendo parte da China, Washington vende grande quantidade de material bélico para Taipé.
Porta-aviões chinês Liaoning do Exército de Libertação Popular (ELP) da China - Sputnik Brasil, 1920, 15.05.2022
Panorama internacional
China mostra prontidão de combate e envia mensagem aos EUA sobre Taiwan, diz mídia
Em fevereiro, Pequim impôs sanções contra o país norte-americano em retaliação às suas transações com Taiwan.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала