Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

China critica Estados Unidos por venderem armas a Taiwan e promete tomar contramedidas

© AP Photo / 11ª Sede Regional da Guarda Costeira do JapãoNavio da guarda costeira da China navegando em águas disputadas com Japão
Navio da guarda costeira da China navegando em águas disputadas com Japão - Sputnik Brasil, 1920, 05.08.2021
Nos siga no
A chancelaria chinesa protestou contra a decisão dos Estados Unidos de vender armas a Taiwan no valor estimado de US$ 750 milhões (R$ 3,89 bilhões). A China instou os EUA a revogarem imediatamente as vendas de armas e prometeu tomar contramedidas.

O Ministério das Relações Exteriores da China criticou a decisão dos Estados Unidos, que aprovou nesta quarta-feira (4) a venda de 40 obuseiros autopropulsados M109A6 e outro armamento a Taiwan.

"Os Estados Unidos estão interferindo nos assuntos internos da China e minando a soberania e os interesses de segurança da China ao vender armas à região de Taiwan", declarou nesta quinta-feira (5) a chancelaria chinesa.

O ministério reafirmou que "Taiwan é parte inseparável do território chinês" e, por isso, os Estados Unidos vão contra o direito internacional, violam o princípio de uma única China e as disposições de três comunicados conjuntos China-EUA.

O Departamento de Estado norte-americano "envia sinais errados às forças separatistas, [que querem] a 'independência de Taiwan', prejudica seriamente as relações entre a China e os EUA e a estabilidade no estreito de Taiwan", segundo a chancelaria.

A China instou os Estados Unidos a revogarem imediatamente as vendas de armas para Taiwan e a cessarem toda a interação militar com a região.

"A China tomará as contramedidas legítimas e necessárias tendo em conta o desenvolvimento da situação", declarou o ministério.

Por sua vez, o Departamento de Estado norte-americano destacou que a venda proposta de armamento ajudará Taiwan na modernização de seu parque de obuseiros, "aumentando sua capacidade de enfrentar ameaças atuais e futuras".

Além de 40 obuseiros autopropulsados, Taipé solicitou a compra de 20 veículos municiadores M992A2, cinco veículos Hercules M88A2, cinco metralhadoras de calibre .50 M2 Chrysler Mount, kits de orientação de precisão e um Sistema Avançado de Dados Táticos de Artilharia de Campo (AFATDS).

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала