Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

OTAN está chegando ao limite de armas pesadas que podem ser enviadas à Ucrânia, diz ex-comandante

© Sputnik / Igor Zarembo / Abrir o banco de imagensMísseis americanos Patriot instalados na Polônia
Mísseis americanos Patriot instalados na Polônia - Sputnik Brasil, 1920, 02.06.2022
Nos siga noTelegram
Os países da OTAN que fornecem armas à Ucrânia não têm quase nada em seus arsenais para enviar ao país apesar de Kiev estar pressionando EUA e a Europa para transferirem sistemas de mísseis de longo alcance, disse à Sputnik um ex-comandante de artilharia da Aliança Atlântica.
Pierre Henrot, que foi um alto oficial de artilharia nuclear da OTAN e participou de forças de manutenção de paz da ONU nos Bálcãs, disse à agência que as decisões de fornecer armas mais pesadas à Ucrânia remontam a finais de abril.
O presidente dos EUA, Joe Biden, descartou o envio de sistemas de mísseis autopropulsados M270 com o alcance de 300 km devido ao receio de que as tropas ucranianas pudessem atacar a Rússia.
"Acho que estamos chegando aos limites do que a Europa e até os EUA estão dispostos a fornecer à Ucrânia, apesar das novas demandas do governo de Zelensky […] Os EUA já enviaram muito e poderiam enviar mais do mesmo para substituir as perdas […] Quanto aos europeus, apesar da publicidade feita sobre estas entregas, eles simplesmente não podem enviar mais equipamentos pesados, uma vez que não há muitos mais disponíveis em seus arsenais", observou o especialista.
"Apesar da difícil situação do Exército ucraniano em Donbass, os EUA atingiram o limite quanto ao tipo de armas que fornecerão. Além disso, os países da OTAN sabem que estão perigosamente flertando com o conceito de co-beligerância e não querem ser arrastados em um conflito direto com Moscou", acrescentou Henrot.
Os EUA, Austrália, Canadá concordaram em enviar obuseiros M777 de 155 mm para a Ucrânia.
Manobras da OTAN Saber Strike 2016 na Estônia - Sputnik Brasil, 1920, 01.06.2022
Panorama internacional
Fornecimento de sistemas de longo alcance HIMARS a Kiev ameaça cidades russas, diz especialista
Por sua vez, Josep Borrell, chefe das Relações Exteriores da União Europeia, disse em 22 de maio que a UE tinha ficado sem equipamento militar para ajudar a Ucrânia. Agora, a atenção está focada nos EUA após a Casa Branca ter anunciado que o próximo pacote de US$ 700 milhões (R$ 3,33 bilhões) incluiria sistemas de mísseis guiados HIMARS, que podem atingir alvos até 80 km de distância.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала