Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

China implanta unidade de patrulha aeronaval para elevar prontidão em torno de Taiwan

CC0 / / Caça J-15 pousado no convés de voo do porta-aviões chinês Liaoning
Caça J-15 pousado no convés de voo do porta-aviões chinês Liaoning - Sputnik Brasil, 1920, 01.06.2022
Nos siga noTelegram
A China organizou um patrulhamento conjunto de sua aviação e frota naval na área de Taiwan, informou o porta-voz do Comando do Teatro Leste da China, Shi Yi.
De acordo com o porta-voz, a unidade de patrulha foi criada com o objetivo de elevar a "prontidão de combate de serviços múltiplos no espaço marítimo e aéreo".

"As tropas do Teatro [Leste] seguem fortalecendo seu treinamento e preparativos militares, melhorando sua capacidade para realizar suas missões e frustrando qualquer interferência de forças externas e tentativas separatistas", comunicou.

No dia 30 de maio, Taiwan denunciou que 30 aeronaves militares da China ingressaram no sudoeste da Zona de Identificação de Defesa Aérea (ADIZ, na sigla em inglês) da ilha.
Recentemente, o ministro da Defesa taiwanês anunciou que, se a guerra começar entre Pequim e Taipé, terminará em tragédia para ambos os lados, não importa quem vença. Ressaltou, porém, que "ninguém quer a guerra".
Aeronaves F-16V da Força Aérea de Taiwan manobram durante um exercício na região sul do país asiático, 5 de janeiro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 01.06.2022
Panorama internacional
EUA monitoram relatos de aviões de guerra da China na zona aérea de defesa de Taiwan
O Ministério das Relações Exteriores chinês declara de forma regular que o princípio de Uma Só China é fundamental nas relações sino-americanas e que a violação pelos EUA de seus compromissos sobre Taiwan coloca em perigo a interação entre os dois países.
Segundo Pequim, Washington tentou várias vezes jogar a "carta de Taiwan", violando suas promessas e "enviando sinais errados às forças separatistas". Tais ações americanas ameaçam a paz e estabilidade no estreito de Taiwan, ressaltam na pasta.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала