Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

EUA monitoram relatos de aviões de guerra da China na zona aérea de defesa de Taiwan

© AP Photo / AP PhotoAeronaves F-16V da Força Aérea de Taiwan manobram durante um exercício na região sul do país asiático, 5 de janeiro de 2022
Aeronaves F-16V da Força Aérea de Taiwan manobram durante um exercício na região sul do país asiático, 5 de janeiro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 01.06.2022
Nos siga noTelegram
Na terça-feira (31), a secretária de imprensa da Casa Branca, Karine Jean-Pierre, afirmou que os Estados Unidos estão monitorando a entrada de aeronaves chinesas de combate na chamada Zona de Identificação Aérea de Defesa de Taiwan (ADIZ, na sigla em inglês).
As declarações de Jean-Pierre ocorreram durante coletiva de imprensa. Apesar da declaração, a secretária não detalhou as ações de monitoramento dos EUA.
"Isso é algo que estamos monitorando. Não tenho nenhum comentário sobre isso agora", disse. "Mas, claramente, essas são coisas que estamos de olho", garantiu.
Na segunda-feira (30), o Ministério Nacional de Defesa de Taiwan afirmou que 30 aeronaves militares da China entraram na porção sul da ADIZ.
© AFP 2022 / Sam YehGuardas de honra em frente de bandeira taiwanesa durante cerimônia militar com John Briceno, primeiro-ministro de Belize (fora da foto), em frente ao escritório presidencial em Taipé, Taiwan, 9 de março de 2022
Guardas de honra em frente de bandeira taiwanesa durante cerimônia militar com John Briceno, primeiro-ministro de Belize (fora da foto), em frente ao escritório presidencial em Taipé, Taiwan, 9 de março de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 01.06.2022
Guardas de honra em frente de bandeira taiwanesa durante cerimônia militar com John Briceno, primeiro-ministro de Belize (fora da foto), em frente ao escritório presidencial em Taipé, Taiwan, 9 de março de 2022
Pequim considera Taiwan parte inalienável de seu território soberano e se opõe aos contatos oficiais entre a ilha e outras nações. Os EUA forneceram a Taiwan diversos sistemas de armas e apoiam elementos pró-independência da região.
O Ministério das Relações Exteriores da China constantemente afirma que o chamado princípio da China Única é a fundação política das relações entre Pequim e Washington. Para a pasta, as violações dos EUA de suas próprias obrigações nesse sentido ameaçam a cooperação bilateral e colocam em risco a paz e a estabilidade regionais.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала