Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Japão protesta contra patrulha aérea de Rússia e China e envia jatos de combate

© Sputnik / Ministério da Defesa da Rússia / Abrir o banco de imagensBombardeiro estratégico Tu-95MS decola para se unir a uma patrulha aérea russo-chinesa na região Ásia-Pacífico, em 24 de maio de 2022
Bombardeiro estratégico Tu-95MS decola para se unir a uma patrulha aérea russo-chinesa na região Ásia-Pacífico, em 24 de maio de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 24.05.2022
Nos siga noTelegram
Nesta terça-feira (24), o governo japonês emitiu protestos oficiais à Rússia e China devido a um patrulhamento de ambos os países com bombardeiros estratégicos na região do mar do Japão (também conhecido como mar do Leste).
O ministro da Defesa do Japão, Nobuo Kishi, informou sobre as notas de protesto durante uma coletiva de imprensa.

"Nesta terça-feira [24], com início na primeira metade do dia e continuando até a segunda metade, nós confirmamos sobrevoos de aeronaves militares de Rússia e China sobre o mar do Japão e o mar da China Oriental. Devido a isso, jatos das forças de defesa aérea japonesas foram enviados", afirmou Kishi.

© Ministério da Defesa da Rússia / Abrir o banco de imagensBombardeiro estratégico Tu-95MS e caça Su-30cm da Federação da Rússia durante patrulha aérea russo-chinesa na região Ásia-Pacífico, em 24 de maio de 2022
Um bombardeiro estratégico Tu-95MS e um caça Su-30cm da Federação da Rússia durante patrulha aérea conjunta russa-chinesa na região da Ásia-Pacífico, 24 de maio de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 24.05.2022
Bombardeiro estratégico Tu-95MS e caça Su-30cm da Federação da Rússia durante patrulha aérea russo-chinesa na região Ásia-Pacífico, em 24 de maio de 2022
Ao menos seis aeronaves da Rússia e da China participaram dos exercícios. Esse foi o primeiro voo das forças armadas dos dois países desde novembro do ano passado.

"Esse é um ato de demonstração contra o Japão, e a provocação dessas ações é alta como nunca foi", afirmou Kishi, acrescentando que o governo japonês enviou protestos a Moscou e Pequim por meio de canais diplomáticos.

Mais cedo, o Ministério da Defesa russo afirmou que a Força Aeroespacial da Rússia e a Força Aérea da China conduziram patrulhas aéreas na região Ásia-Pacífico como parte da implementação de provisões do plano de cooperação militar para 2022. Segundo a Defesa russa, o evento não foi direcionado contra países terceiros.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала