Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

EUA e Coreia do Sul consideram expandir escala de exercícios militares para dissuadir Pyongyang

© AP Photo / Evan VucciO presidente dos EUA, Joe Biden, no centro, com o líder da Coreia do Sul (à esquerda) e o comandante norte-americano Paul J. LaCamera ( à direita)
O presidente dos EUA, Joe Biden, no centro, com o líder da Coreia do Sul (à esquerda) e o comandante norte-americano Paul J. LaCamera ( à direita) - Sputnik Brasil, 1920, 22.05.2022
Nos siga noTelegram
Depois de uma reunião neste sábado (21), o presidente dos EUA Joe Biden e o líder da Coreia do Sul Yoon Suk-yeol declararam que vão considerar alargar o escopo e a escala dos exercícios militares conjuntos para dissuadir a ameaça nuclear da Coreia do Norte.
Yoon afirmou em comentários em uma coletiva de imprensa que o objetivo comum é a completa desnuclearização da Coreia do Norte.
Os EUA e a Coreia do Sul emitiram uma declaração conjunta se manifestando comprometidos com uma "ordem mundial internacional baseada em regras".

"Os dois presidentes compartilham a visão de que o programa nuclear [da Coreia do Norte] representa uma grave ameaça não só para a paz e estabilidade na península coreana, mas também para o resto da Ásia e do mundo", lê-se em comunicado.

"Ambos os líderes condenam a escalada de testes de mísseis balísticos neste ano [pela Coreia do Norte]", acrescenta o documento.
O comunicado conjunto também delineou outras medidas, incluindo o compromisso de implantar recursos militares estratégicos dos EUA, tais como caças, bombardeiros e mísseis, na Coreia do Sul, com o compromisso de identificar "novas medidas adicionais para reforçar a dissuasão".
O Conselheiro de Segurança Nacional dos EUA, Jake Sullivan, durante coletiva na Casa Branca, em Washington, em 7 de dezembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 18.05.2022
Panorama internacional
EUA estão preparados para teste de mísseis ou nuclear da Coreia do Norte, diz Sullivan
A declaração poderá provocar uma resposta dura da Coreia do Norte, que tem defendido suas armas nucleares e o desenvolvimento de mísseis para se proteger daquilo que diz ser ameaças dos EUA, escreve agência AP.
Há muito tempo que Pyongyang rotula os exercícios militares entre Washington e Seul de ensaios de invasão.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала