Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

'Delimitação e segurança da fronteira': líderes de Armênia e Azerbaijão avançam em acordo

© Sputnik / Grigory SysoevContingente de desminagem de forças da paz da Rússia inspeciona território em Nagorno-Karabakh
Contingente de desminagem de forças da paz da Rússia inspeciona território em Nagorno-Karabakh - Sputnik Brasil, 1920, 22.05.2022
Nos siga noTelegram
O primeiro-ministro da Armênia, Nikol Pashinyan, o presidente do Azerbaijão, Ilham Aliev, e o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, concordaram em iniciar os preparativos para a delimitação da fronteira armênio-azerbaijana, informou o gabinete de ministros da Armênia.
A reunião trilateral foi realizada em Bruxelas, neste domingo (22).

"Como resultado das negociações, foi alcançado um acordo sobre o acompanhamento do trabalho que visa a abertura das comunicações regionais, dando início aos trabalhos da comissão para a delimitação e segurança da fronteira" entre a Armênia e o Azerbaijão, disse, em comunicado, o gabinete de ministros armênios.

O foco do conflito na fronteira entre Armênia e Azerbaijão está na região de Nagorno-Karabakh. Com maioria armênia, a região rompeu com a então República Socialista Soviética do Azerbaijão em 1988 e, atualmente, está situada entre os dois países.
Depois do conflito de 1992 a 1994, as nações voltaram a se confrontar em setembro de 2020. Após um mês e meio de hostilidades, os dois países alcançaram um cessar-fogo, com a mediação da Rússia.
© Sputnik / Asatur YesayantsVisita do chanceler russo, Sergei Lavrov, à Armênia, em 6 de maio de 2021.
Visita do chanceler russo, Sergei Lavrov, na Armênia, 6 de maio de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 22.05.2022
Visita do chanceler russo, Sergei Lavrov, à Armênia, em 6 de maio de 2021.. Foto de arquivo
Sob os acordos, a Armênia retirou suas forças dos distritos de Agdam, Kalbajar e Lachin, apreendidos do Azerbaijão na década de 1990.
No dia 25 de abril deste ano, Moscou firmou acordos em moedas nacionais com o Azerbaijão e a Armênia, reduzindo os impactos de restrições promovidas do Ocidente.
"Começamos a tomar medidas com antecedência para reduzir os riscos associados às ações realmente inescrupulosas do Ocidente na economia global", disse à Sputnik Denis Gonchar, diretor do Quarto Departamento da CEI (Comunidade dos Estados Independentes) do Ministério das Relações Exteriores da Rússia.
O diplomata avalia que a arquitetura dos laços econômicos russo-azerbaijano é "pouco afetada por fatores externos negativos e se adapta rapidamente a situações não padronizadas".
Em Baku, no Azerbaijão, o ministro azeri das Relações Exteriores, Jeyhun Bayramov, fala durante coletiva de imprensa após encontro com o chanceler russo, Sergei Lavrov, em 11 de maio de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 26.03.2022
Panorama internacional
'Irresponsável': chancelaria do Azerbaijão condena declaração dos EUA sobre Nagorno-Karabakh
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала