Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Na Indonésia, embaixadora russa diz que esforço para excluir Rússia do G20 é 'absolutamente ilógico'

© Sputnik / Natalia Seliverstova / Abrir o banco de imagensEm Moscou, bandeira da Rússia flamula com o edifício do Ministério das Relações Exteriores russo ao fundo (foto de arquivo)
Em Moscou, bandeira da Rússia flamula com o edifício do Ministério das Relações Exteriores russo ao fundo (foto de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 17.05.2022
Nos siga noTelegram
Lyudmila Vorobieva concedeu uma entrevista à Sputnik e garantiu que Moscou tem participado ativamente de todas as reuniões do G20 que estão acontecendo, além de destacar a aproximação entre os governos russo e indonésio.
Enquanto a Indonésia se prepara para sediar a cúpula do G20 deste ano, prevista para novembro, o país se recusa a ceder à pressão do Ocidente e banir a Rússia do fórum econômico global por conta da operação russa na Ucrânia.
A embaixadora da Rússia no país do Sudeste Asiático, Lyudmila Vorobieva, disse à Sputnik que os representantes de Moscou já estão participando das reuniões do G20 tanto on-line quanto presencialmente – e que as relações bilaterais entre as duas nações permanecem fortes.
© Sputnik / Denis TetyushinDenis Bolotsky, da Sputnik, conversa com embaixadora russas na Indonésia, Lyudmila Vorobieva
Denis Bolotsky, da Sputnik, conversa com embaixadora russas na Indonésia, Lyudmila Vorobieva  - Sputnik Brasil, 1920, 17.05.2022
Denis Bolotsky, da Sputnik, conversa com embaixadora russas na Indonésia, Lyudmila Vorobieva
Segundo Vorobieva, cerca de 150 reuniões foram planejadas e todas estão contando com a presença de Moscou, o que mostra que "os esforços para excluir a Rússia do G20 são absolutamente ilógicos. É uma minoria de países que estão tentando impor sua vontade à maioria que não tem intenção de excluir a Rússia deste fórum, incluindo a Indonésia", afirmou.

"A posição da Indonésia foi muito equilibrada. O país pensa que o G20 é um fórum que deve discutir questões econômicas e financeiras globais relevantes, e a atenção deste fórum não deve ser desviada para arrastar crises políticas que não têm relação com a agenda do G20", declarou a embaixadora.

Vorobieva também chamou atenção para o crescimento das negociações entre as duas nações, quando "em 2021 houve um salto de 40% no comércio entre Moscou e Jacarta, e em janeiro deste ano, tivemos um crescimento de 60% nas relações comerciais".
No final de março, o presidente dos EUA, Joe Biden, defendeu a exclusão da Rússia do G20 e disse que a pauta tinha sido discutida com a OTAN, conforme noticiado.
Alguns países do ocidente apoiaram a medida do democrata, mas alguns não, como o Brasil, que em abril através da sua chancelaria, se opôs à saída de Moscou do bloco, segundo a Agência Brasil.
Em Guilin, na China, o chanceler chinês Wang Yi participa de coletiva de imprensa, após encontro com o seu homônimo russo, Sergei Lavrov, em 23 de março de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 01.04.2022
Panorama internacional
Ministro das Relações Exteriores chinês rejeita pedidos de expulsão da Rússia do G20
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала