Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Maduro acusa Duque de promover plano de ataque contra serviços de segurança da Venezuela

© AP Photo / Matias DelacroixNicolás Maduro, presidente venezuelano, fala durante assinatura de acordo com a Rússia no Palácio Miraflores presidencial em Caracas, Venezuela, 16 de fevereiro de 2022
Nicolás Maduro, presidente venezuelano, fala durante assinatura de acordo com a Rússia no Palácio Miraflores presidencial em Caracas, Venezuela, 16 de fevereiro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 17.05.2022
Nos siga noTelegram
Maduro acusa Duque de promover plano de ataque contra serviços de segurança da Venezuela
Nicolás Maduro, presidente da Venezuela, acusou na segunda-feira (16) Iván Duque, seu homólogo da Colômbia, de promover um plano de ataque contra os serviços de segurança venezuelanos.
"Atenção, atenção Padrino, atenção, forças militares, Iván Duque, da Colômbia, elaborou um plano e investiu vários milhões de dólares para contratar criminosos para atirar granadas, bombas, ataques com balas em centros policiais e militares", disse Maduro durante uma reunião com seu gabinete no Palácio Miraflores presidencial, durante transmissão no canal Venezolana de Televisión.
Maduro disse que o plano promovido por Duque é executado no estilo do traficante de drogas colombiano Pablo Escobar.
"Como o traficante de drogas Pablo Escobar Gaviria costumava fazer contra a polícia, para tentar desestabilizar o povo da Venezuela, então estejam alertas", disse Maduro.
Acompanhado da primeira-dama Cilia Flores, o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, fala durante uma entrevista coletiva após ter votado nas eleições primárias do partido Partido Socialista Unido da Venezuela, 8 de agosto de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 23.04.2022
Panorama internacional
Maduro denuncia plano da Colômbia para atacar polícia e militares venezuelanos
A este respeito, o líder venezuelano disse que discutiu com seu gabinete a reestruturação e o fortalecimento dos Quadrantes da Paz, como é chamada a organização das forças de segurança do Estado, dividida por zonas em todo o país.
"Também revisamos a questão dos quadrantes de paz para o fortalecimento interno e os quadrantes de paz do ponto de vista de comunicação, logístico e operacional, os quadrantes de paz na luta pela paz e pela coexistência cidadã", disse ele.
Em 23 de abril, o chefe de Estado venezuelano denunciou seu homólogo colombiano, que disse estar promovendo um plano contra as forças de segurança do Estado nas áreas fronteiriças do país.
Para Maduro, o objetivo de Duque é desmoralizar as forças de segurança do país, para que elas percam sua eficácia.
A Venezuela rompeu relações diplomáticas com a Colômbia em fevereiro de 2019, após uma tentativa da oposição liderada por Juan Guaidó de trazer suposta ajuda humanitária através da fronteira, que Caracas descreveu como uma tentativa de invasão. Anteriormente, houve uma tentativa de assassinato falha de Maduro em agosto de 2018. Além disso, grupos terroristas armados têm entrado através da fronteira de ambos os países.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала