Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Lista de exigências da Turquia à OTAN é revelada pela Bloomberg

© AFP 2022 / Olivier MatthysPresidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan (sentado), cumprimenta o presidente dos EUA, Joe Biden (de máscara preta), durante sessão plenária na cúpula da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN), em Bruxelas, na Bélgica, em 14 de junho de 2021
Presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan (sentado), cumprimenta o presidente dos EUA, Joe Biden (de máscara preta), durante sessão plenária na cúpula da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN), em Bruxelas, na Bélgica, em 14 de junho de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 17.05.2022
Nos siga noTelegram
Na segunda-feira (16), o secretário-geral da OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte), Jens Stoltenberg, disse que "a Turquia é um aliado valioso e quaisquer preocupações de segurança precisam ser abordadas".
O ingresso de Finlândia e Suécia na aliança militar ganhou um novo capítulo nesta terça-feira (17), após a divulgação, pela Bloomberg, de uma lista de exigências da Turquia à OTAN.
A lista de demandas inclui a remoção das sanções impostas ao governo turco pela compra de sistemas de defesa antimísseis S-400 da Rússia, bem como a reinclusão do país no programa de aeronaves avançadas F-35.
No domingo (15), a Finlândia e a Suécia anunciaram oficialmente sua intenção de ingressar na OTAN após a operação militar russa em andamento na Ucrânia.
Para tornar isso possível, todos os membros da aliança teriam que apoiar unanimemente a proposta.
© AFP 2022 / DIMITAR DILKOFFFoguete é lançado de um sistema de mísseis S-400 na base militar de Ashuluk, no sul da Rússia, em 22 de setembro de 2020
Um foguete é lançado de um sistema de mísseis S-400 na base militar de Ashuluk, no sul da Rússia, em 22 de setembro de 2020 - Sputnik Brasil, 1920, 17.05.2022
Foguete é lançado de um sistema de mísseis S-400 na base militar de Ashuluk, no sul da Rússia, em 22 de setembro de 2020. Foto de arquivo
A Turquia, no entanto, rejeitou o ingresso de Helsinque e Estocolmo. Segundo Ancara, os dois países nórdicos não têm uma posição clara sobre o Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK).
O PKK, segundo o governo turco, é uma organização terrorista e uma força paramilitar que opera no sul e no leste da Turquia e busca mais autonomia ou mesmo independência total do controle de Ancara.
De acordo com a Turquia, a Finlândia e a Suécia, até agora, rejeitaram seus pedidos para extraditar um total de 33 suspeitos de ligação com o PKK e o movimento Gulen, que, segundo o governo de Recep Tayyip Erdogan, estavam por trás da tentativa fracassada de golpe realizada em 2016.
Além disso, a Finlândia e a Suécia têm um histórico de concessão de asilo político a pessoas como curdos étnicos vindos da Turquia, algo que Ancara considera inaceitável.
© AP Photo / Ibrahim UstaCurdos com bandeiras do PKK em Istambul, Turquia
Curdos com bandeiras do PKK em Istambul, Turquia - Sputnik Brasil, 1920, 17.05.2022
Curdos com bandeiras do PKK em Istambul, Turquia. Foto de arquivo
As fontes da Bloomberg, sob condição de anonimato, acrescentaram que a lista de desejos da Turquia é longa.
Eles citam um pedido pendente aos EUA para compra de dezenas de aviões de guerra F-16 e peças de reposição para a frota existente.
As fontes da agência de notícias, no entanto, refutaram as sugestões de que as objeções turcas estavam de alguma forma relacionadas aos laços de Ancara com Moscou.
Nos últimos dias, a Rússia alertou Helsinque e Estocolmo contra a adesão ao bloco e prometeu uma resposta apropriada caso criem ameaças.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала