Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Legislador da UE ameaça Turquia de isolamento na OTAN se bloquear adesão da Suécia e Finlândia

© AFP 2022 / Kenzo TribouillardBandeira da OTAN ao lado de estátua no Parque do Cinquentenário, Bruxelas, Bélgica, 13 de junho de 2021
Bandeira da OTAN ao lado de estátua no Parque do Cinquentenário, Bruxelas, Bélgica, 13 de junho de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 15.05.2022
Nos siga noTelegram
A Suécia e a Finlândia expressaram seu desejo de aderir à OTAN após o começo da operação militar especial da Rússia na Ucrânia, mas tanto Ancara como Moscou criticaram a iniciativa.
Manfred Weber, líder do Partido Popular Europeu (PPE), o maior do Parlamento Europeu, ameaçou a Turquia de isolamento dentro da OTAN se decidir bloquear as propostas de adesão da Finlândia e da Suécia.
"Qualquer um que questione a unidade da OTAN se isolará dentro da comunidade", disse no domingo (15) Weber.
O legislador da UE sublinhou que, se a adesão à OTAN é o que a Finlândia ou a Suécia querem, ela deve ser permitida. O líder partidário afirmou que não havia motivos razoáveis para negar aos dois países o direito de aderir à aliança.
Jens Stoltenberg, secretário-geral da OTAN, por sua vez, declarou que a aliança está planejando aumentar sua presença na região do Báltico e fornecer garantias de segurança para a Finlândia e a Suécia e que já está revendo suas propostas para aderir à OTAN. Ele também espera que os países resolverão as divergências com a Turquia.
"Estou confiante de que seremos capazes de encontrar uma base comum, um consenso sobre como avançar nas questões de adesão", disse Stoltenberg.
A Finlândia anunciou hoje (15) que se candidatará à adesão à OTAN, enquanto a Suécia ainda não referiu sua posição oficial. Ambas começaram a considerar a adesão à OTAN como opção após o início da operação militar especial da Rússia na Ucrânia.
Presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, durante um Iftar, o jantar que quebra o jejum do Ramadã, em Ancara, Turquia, 19 de maio de 2018 - Sputnik Brasil, 1920, 13.05.2022
Panorama internacional
Erdogan é contra adesão de Finlândia e Suécia à OTAN: abrigam 'organizações terroristas'
Ancara criticou a possibilidade de adesão da Suécia e da Finlândia, com o presidente turco Recep Tayyip Erdogan acusando esses países de abrigarem "organizações terroristas", inclusive "nos seus parlamentos". Ao mesmo tempo, Ibrahim Kalin, porta-voz de Erdogan, explicou que a Turquia não está fechando a porta à entrada de Estocolmo e Helsinque e que quer ver essa questão resolvida.
A Rússia também critica uma filiação desses país, advertindo que isso apenas deteriorará ainda mais as relações bilaterais.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала