Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

EUA dizem estar prontos para fornecer assistência militar à Finlândia e Suécia contra Rússia

© AP Photo / Stephen B. MortonSoldados do Batalhão de Suporte de Sustentação da 87ª Divisão do Exército dos EUA, Brigada de Sustentação da 3ª Divisão se alinham para embarcar em um avião fretado durante suaviagem à Europa, 11 de março de 2022
Soldados do Batalhão de Suporte de Sustentação da 87ª Divisão do Exército dos EUA, Brigada de Sustentação da 3ª Divisão se alinham para embarcar em um avião fretado durante suaviagem à Europa, 11 de março de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 16.05.2022
Nos siga noTelegram
Os EUA estão preparados para fornecer assistência militar à Finlândia e Suécia, caso seja necessário, já que ambos os países pretendem aderir à OTAN.
A Finlândia e a Suécia anunciaram formalmente sua intenção de aderir à aliança, em uma ação contra a Rússia.
Por sua vez, Moscou, que considera a expansão da OTAN uma ameaça direta à sua segurança, afirmou que tomará medidas adequadas em resposta a estes países.
Em entrevista à BBC, o porta-voz do Pentágono, John Kirby, afirmou que as advertências russas são "muito preocupantes" e, usando os mesmos argumentos que na Ucrânia, garantiu que o país não poupará esforços para fornecer armas para que estes países combatam a Rússia.
Nooshi Dadgostar (à direita), líder do Partido de Esquerda da Suécia, fala diante do parlamento sueco durante votação, em 7 de julho de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 16.05.2022
Panorama internacional
Entrada da Suécia na OTAN aumentará tensões de forma 'perigosa', diz líder oposicionista sueca
Além disso, ao ser questionado sobre um possível envio de tropas para estes países, o porta-voz norte-americano evitou especulações e deixou a questão em aberto, mas voltou a ressaltar que Washington fornecerá a assistência militar necessária.
"Se no período de candidatura [destes países] e adesão à OTAN eles precisarem de algumas capacidades ou assistência adicionais [...] nós forneceremos esta assistência adicional caso seja necessário", afirmou.
Em resposta às ações dos EUA e OTAN, Viktor Bondarev, presidente do Comitê de Defesa e Segurança do Conselho da Federação da Rússia, alertou que Moscou deve fortalecer sua presença militar na fronteira com a Finlândia, caso o país nórdico receba armas da OTAN.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала