Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Embargo do petróleo russo provocaria escassez de gasolina na Alemanha, diz ministro da Economia

© AFP 2022 / JOHN MACDOUGALLMinistro da Economia, Robert Habeck, em 4 de maio de 2022
Ministro da Economia, Robert Habeck, em 4 de maio de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 05.05.2022
Nos siga noTelegram
O ministro da Economia da Alemanha, Robert Habeck, declarou nesta quarta-feira (4) que a proibição de importações de petróleo russo pode provocar a escassez de gasolina no oeste do país e em Berlim.
Esses territórios recebem gasolina a partir da grande refinaria na cidade de Schwedt, no estado de Brandeburgo, que só trabalha com petróleo russo.
De acordo com Habeck, que comentou a situação no programa RTL Direkt, não se deve descartar a possibilidade de haver escassez.

Nesse contexto, o ministro admitiu que pode surgir uma situação na qual "por um tempo limitado, muito pouco petróleo, e por isso muito pouca gasolina, estejam disponíveis", relatam mídias locais.

Porém, Habeck ressaltou que as autoridades estão trabalhando para evitar esse cenário.
O chanceler alemão, Olaf Scholz, aguarda o início de reunião semanal de gabinete, em Berlim, 13 de abril de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 22.04.2022
Panorama internacional
Olaf Scholz: embargo às entregas de gás russo não conduzirá à paz na Ucrânia
Como parte do sexto pacote de sanções contra Moscou, a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, propôs proibir as importações de petróleo russo pelos países da UE. Ao mesmo tempo, ela admitiu que isso "não será fácil porque alguns Estados-membros dependem em grande medida do petróleo russo".

"Vamos assegurar a eliminação gradual do petróleo russo de forma ordenada para maximizar a pressão sobre a Rússia, minimizando o impacto sobre as nossas economias", acrescentou.

A medida inclui a eliminação progressiva dos fornecimentos de petróleo russo no prazo de seis meses e de produtos refinados até o final de 2022, detalhou Ursula von der Leyen. As datas concretas do embargo russo ao petróleo, se a medida for adotada, serão conhecidas depois de os 27 Estados-membros da união aprovarem unanimemente a proposta da Comissão Europeia.
As autoridades da Alemanha declararam estar dispostas a apoiar o embargo petrolífero da Rússia. No entanto, Habeck disse que espera grandes "saltos de preços", já que o petróleo russo provavelmente terá que ser substituído por alternativas mais caras de outros países.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала