Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Reino Unido quer bloqueio total da Sputnik e RT

© Sputnik / Vladimir Sergeev / Abrir o banco de imagensLogo da Sputnik
Logo da Sputnik  - Sputnik Brasil, 1920, 04.05.2022
Nos siga noTelegram
O Ministério das Relações Exteriores do Reino Unido informou que o país quer que o conteúdo da Sputnik e RT seja bloqueado das redes sociais, serviços de Internet e lojas de aplicativos.
"Estes canais já foram bloqueados no Reino Unido e proibimos qualquer pessoa de fazer negócios com eles. Agora, queremos que tirem seus sites das redes sociais e lojas de aplicativos para impedir a propagação de suas mentiras", afirmaram os britânicos.
A declaração, alegando desinformação, mostra que os britânicos seguem a doutrina americana de eliminar quaisquer ameaças às suas ações de interesses, tais como as suas mensagens propagandistas e manipuladoras no Ocidente.
Vale ressaltar que recentemente Biden criou um conselho que gerou muitas críticas nos EUA, sendo considerado um atentado à liberdade de expressão e tendo semelhanças com o romance de George Orwell "1984", onde o governo fazia de tudo para que as pessoas não tivessem acesso à informação a não ser aquela fornecida pelas autoridades.
Presidente dos EUA, Joe Biden, falando sobre a situação na Ucrânia em uma coletiva na Casa Branca, 28 de abril de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 02.05.2022
Panorama internacional
Segurança Interna dos EUA defende medidas contra liberdade de expressão para proteger Biden
Assim como a União Europeia, os britânicos aplicaram sanções contra a Companhia Estatal de Transmissão de Rádio e Televisão em Toda a Rússia, bem como a outros meios de comunicação e jornalistas russos.
Além disso, os britânicos proibirão o acesso da Rússia aos serviços de consultoria de gestão, contabilidade e recursos humanos.
"As novas medidas significarão que as empresas russas não poderão utilizar os serviços contábeis de classe mundial, consultoria de gestão e relações públicas do Reino Unido, que representam 10% das importações russas nestes setores", informou o MRE britânico.
Com isso, os britânicos pretendem elevar a pressão econômica sobre o Kremlin para mudar o rumo na situação da Ucrânia.
Sanções também foram aplicadas a Maksim Oreshkin, assessor do presidente russo e ex-ministro do Desenvolvimento Econômico.
O Reino Unido já aplicou sanções contra mais de 1.600 indivíduos e empresas russos.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала