Pessoas usando máscaras de proteção caminham por rua em Paris, França, 27 de maio de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Sociedade e cotidiano
As principais notícias, reportagens e artigos sobre sociedade e a rotina cotidiana.

Cientistas acreditam ter descoberto razão de terremotos em Marte

© AFP 2022 / Administração Espacial Nacional da China (CNSA)Foto capturada pela sonda chinesa de Marte Tianwen-1, divulgada em 3 de março de 2021, pela Administração Espacial Nacional da China (CNSA, na sigla em inglês) mostra o planeta Marte
Foto capturada pela sonda chinesa de Marte Tianwen-1, divulgada em 3 de março de 2021, pela Administração Espacial Nacional da China (CNSA, na sigla em inglês) mostra o planeta Marte - Sputnik Brasil, 1920, 04.04.2022
Nos siga noTelegram
Também conhecidos como martemotos, os abalos sísmicos no Planeta Vermelho têm causa misteriosa que intriga cientistas há anos.
De acordo com pesquisadores da Universidade Nacional da Austrália (ANU, na sigla em inglês) e da Academia Chinesa de Ciências, em Pequim, a atividade vulcânica subterrânea de Marte pode ser a resposta para os terremotos marcianos.
A pesquisa, publicada na revista acadêmica Nature Communications, apresentou 47 martemotos inéditos na região conhecida como Cerberus Fossae. Os pesquisadores acreditam que Marte tenha uma atividade vulcânica mais intensa do que se imaginava.

"Descobrimos que esses terremotos ocorreram repetidamente em todos os momentos do dia marciano, enquanto os terremotos detectados e relatados pela NASA no passado pareciam ter ocorrido apenas durante a calada da noite, quando o planeta está mais quieto. Portanto, podemos supor que o movimento de rocha derretida no manto marciano é o gatilho para esses 47 terremotos recém-detectados sob a região de Cerberus Fossae", explicou Hrvoje Tkalcic, um dos autores do estudo.

Rover Perseverance gravou áudio em Marte utilizando o sitema SuperCam - Sputnik Brasil, 1920, 01.04.2022
Sociedade e cotidiano
Rover da NASA grava áudio em Marte e descobre que velocidade do som é diferente no Planeta Vermelho
Para realizar o projeto, os cientistas utilizaram dados de um sismômetro acoplado ao módulo de pouso InSight da NASA, que coleta dados sobre terremotos, o clima marciano e o interior do planeta desde seu pouso em Marte no ano de 2018.
Mesmo com essa intensa atividade sísmica, os pesquisadores explicaram no estudo que os martemotos praticamente não causaram impactos na superfície do planeta.
Os astrônomos esperam que a nova descoberta ajude a desvendar outro mistério, o desaparecimento do campo magnético marciano. Além disso, os estudos vão influenciar diretamente as futuras missões tripuladas para Marte.

"Portanto, entender o campo magnético de Marte, como ele evoluiu e em que estágio da história do planeta ele chegou ao fim é obviamente importante para futuras missões e é fundamental se os cientistas um dia esperam estabelecer a vida humana em Marte", disse Tkalcic.

O astronauta da NASA Steve Swanson colhe alface vermelha que foi cultivada a partir de sementes dentro das instalações da Estação Espacial Internacional - Sputnik Brasil, 1920, 23.03.2022
Sociedade e cotidiano
Cultivo de alface transgênica no espaço pode ser solução para sucesso de longa viagem a Marte
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала