Pessoas usando máscaras de proteção caminham por rua em Paris, França, 27 de maio de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Sociedade e cotidiano
As principais notícias, reportagens e artigos sobre sociedade e a rotina cotidiana.

Cultivo de alface transgênica no espaço pode ser solução para sucesso de longa viagem a Marte

© Foto / NASAO astronauta da NASA Steve Swanson colhe alface vermelha que foi cultivada a partir de sementes dentro das instalações da Estação Espacial Internacional
O astronauta da NASA Steve Swanson colhe alface vermelha que foi cultivada a partir de sementes dentro das instalações da Estação Espacial Internacional - Sputnik Brasil, 1920, 23.03.2022
Nos siga noTelegram
A planta desenvolvida por pesquisadores pretende combater a perda de massa óssea, um dos principais problemas em viagens espaciais de longa duração.
Um dos desafios que a NASA precisa superar, caso mantenha seu planejamento de enviar uma missão tripulada para Marte na próxima década, é a saúde de seus astronautas durante a viagem que terá cerca de três anos de duração.
Recente estudo apresentado nesta terça-feira (22) durante encontro da Sociedade Americana de Química (ACS, na sigla em inglês) pretende solucionar a perda de massa óssea dos astronautas. Durante missões espaciais de longa duração, os astronautas perdem cerca de 1% de massa óssea por mês, condição conhecida como osteopenia.

"Atualmente, os astronautas da Estação Espacial Internacional têm certos regimes de exercícios para tentar manter a massa óssea. Mas eles normalmente não ficam na Estação Espacial Internacional por mais de seis meses", explicou Kevin Yates, um dos autores do estudo.

Somente a viagem de ida para Marte deve durar em torno de dez meses. Uma das opções para o tratamento da osteopenia seria a aplicação de uma injeção diária com PTH, o hormônio necessário para restaurar a massa óssea em condições de baixa gravidade. Porém, em uma missão tão longa, seria inviável transportar tamanho volume de medicação e seringas para toda a tripulação.
Astronautas dormindo dentro da espaçonave Discovery durante missão em 2007 - Sputnik Brasil, 1920, 01.02.2022
Sociedade e cotidiano
Ciência ou ficção? Hibernação pode ser chave para 1ª viagem a Marte, diz pesquisa da ESA
A resposta dos especialistas é a introdução de uma alface transgênica rica em PTH, que poderia ser cultivada no espaço, tendo em vista que testes na Estação Espacial Internacional já demonstraram ser possível o cultivo de determinados alimentos.

"Os astronautas podem carregar sementes transgênicas, que são muito pequenas – você pode ter alguns milhares de sementes em um frasco do tamanho do seu polegar – e cultivá-las como alface comum. Eles podem usar as plantas para sintetizar produtos farmacêuticos, como PTH, conforme necessário e depois comer as plantas", disse Somen Nandi, outro pesquisador envolvido no projeto.

No entanto, as primeiras análises da alface transgênica apontam para uma baixa concentração de PTH. De acordo com os pesquisadores, seria necessário consumir 380 gramas de alface por dia para suprir os níveis desejados do hormônio, o equivalente a uma "grande salada", brincou Yates.
"O que estamos fazendo agora é examinar todas essas linhagens de alface transgênicas para encontrar aquela com a maior expressão de PTH. Acabamos de analisar algumas delas até agora e observamos que a média era de 10 a 12 mg/kg, mas achamos que podemos aumentar ainda mais", afirmou uma das autoras do estudo, Karen McDonald.
O próximo passo para a pesquisa será enviar sementes de alface transgênica para a Estação Espacial Internacional e analisar se os níveis de PTH alcançados no espaço são equivalentes aos encontrados nas alfaces cultivadas aqui na Terra.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала