Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Embargo ao gás russo significa 'colapso da indústria alemã', diz empresário do país

© AFP 2022 / John MacDougallVista da estação de recebimento de gás Gascade, ao lado da estação de recebimento do Nord Stream 2, em Lubmin, no nordeste da Alemanha, em 21 de setembro de 2021
Vista da estação de recebimento de gás Gascade, ao lado da estação de recebimento do Nord Stream 2, em Lubmin, no nordeste da Alemanha, em 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 02.04.2022
Nos siga noTelegram
O presidente da União Federal da Indústria da Alemanha (BDI, na sigla em alemão), Siegfried Russwurm, em entrevista ao canal de TV ZDF, alertou para as consequências catastróficas do embargo energético à Rússia.
De acordo com ele, a recusa do país de importar gás russo pode colocar a indústria alemã em uma situação catastrófica.

"[Neste cenário] estamos falando do colapso da nossa indústria, que nos salvou durante a pandemia de coronavírus", observou Russwurm.

Além disso, nesta semana, Martin Brudermuller, presidente do maior consórcio petroquímico alemão BASF, disse que a Alemanha enfrentará uma crise econômica muito séria se abdicar do fornecimento de gás e petróleo da Rússia.

"Isso poderia levar à pior crise econômica na Alemanha desde o fim da Segunda Guerra Mundial", considera Brudermuller, segundo o jornal Frankfurter Allgemeinen Sonntagszeitung.

A União Europeia (UE) obtém cerca de 40% do seu gás natural da Rússia. Após o início da operação especial militar da Rússia na Ucrânia, o bloco prometeu reduzir sua dependência da energia russa, cortando-a em dois terços neste ano e totalmente até 2030, substituindo-a por entregas de outros fornecedores e energias renováveis.
O sol se põe sobre os prédios do distrito bancário da cidade de Frankfurt com empresas como Volkswagen, Siemens e BASF, 19 de agosto de 2019 - Sputnik Brasil, 1920, 01.04.2022
Panorama internacional
Gigante da indústria química alemã pode fechar as portas sem gás russo, alerta especialista
Atualmente, Moscou e a UE estão em desacordo quanto ao pagamento de futuras entregas de gás, pois Bruxelas rejeitou a exigência de pagamentos em rublos feita por Moscou. O Kremlin diz que moedas como o dólar e o euro ficaram comprometidas pelas sanções e que a Rússia não entregará gás de graça.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала