Fragatas britânicas se juntam à Força Expedicionária no Báltico

CC BY-SA 2.0 / Defence Images / Destróier HMS Dragon da Marinha do Reino Unido
Destróier HMS Dragon da Marinha do Reino Unido - Sputnik Brasil, 1920, 28.03.2022
Nos siga noTelegram
Duas fragatas britânicas se juntaram aos navios, aeronaves e pessoal de seis nações participantes da Força Expedicionária Conjunta (JEF, na sigla em inglês) para apoiar a OTAN e reforçar a segurança no mar Báltico.
"O HMS Northumberland e o HMS Richmond se juntaram à fragata dinamarquesa HDMS Niels Juel e aos navios de guerra da Suécia, Estônia, Letônia e Lituânia para realizar patrulhas marítimas nesta região de importância estratégica. Os navios de guerra da JEF escoltaram os navios de suprimentos dinamarqueses e britânicos durante a entrega de veículos e equipamentos militares para reabastecer o grupo da OTAN liderado pelo Reino Unido na Estônia, onde as tropas do Reino Unido e Dinamarca estão servindo lado a lado", comunicou o Ministério da Defesa britânico.
O Reino Unido adiciona que recentemente dobrou as tropas estacionadas na Estônia como parte dos esforços mais amplos da OTAN para fortalecer o flanco oriental.
Os navios de guerra e os aviões da JEF realizaram uma série de exercícios conjuntos para elevar sua interoperabilidade.
Avião apocalíptico dos EUA - Sputnik Brasil, 1920, 25.03.2022
Panorama internacional
Avião do 'Juízo Final' dos EUA é enviado ao Reino Unido enquanto Biden participa de cúpula da OTAN
Assim, as aeronaves F-16 dinamarquesas e os Gripen suecos treinaram táticas de defesa aérea com os navios, enquanto uma aeronave antissubmarino Poseidon P8A da Força Aérea Real britânica realizava operações conjuntas com os navios para detectar embarcações inimigas.
Estabelecida em 2014 e liderada pelo Reino Unido, a JEF é uma força de resposta rápida que pode ser implantada em qualquer parte do mundo como complemento à OTAN e outras estruturas de segurança internacionais.
Atualmente, a força expedicionária inclui militares, além do Reino Unido, da Dinamarca, Estônia, Finlândia, Islândia, Letônia, Lituânia, Noruega, Países Baixos e Suécia.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала