Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Avião do 'Juízo Final' dos EUA é enviado ao Reino Unido enquanto Biden participa de cúpula da OTAN

Avião apocalíptico dos EUA - Sputnik Brasil, 1920, 25.03.2022
Nos siga noTelegram
O Boeing 747 E4-B Nightwatch, projetado na década de 1970 especialmente para líderes militares dos EUA como uma base aérea durante uma guerra nuclear, voou da base em 23 de março da Força Aérea de Edwards localizada na Califórnia para a base da Força Aérea Real britânica de Midenhall.
Na quarta-feira (23), o presidente dos EUA, Joe Biden, chegou à Europa para participar em Bruxelas de uma cúpula emergencial da OTAN, de uma cúpula do G7 e de uma reunião do Conselho Europeu, com os países ocidentais prometendo constantemente mais assistência militar ao governo ucraniano, enquanto a Rússia continua sua operação de "desmilitarização e desnazificação" da Ucrânia.
Apelidado de "Juízo final", o avião foi enviado pela Força Aérea dos EUA para a Europa como parte de uma frota de aeronaves de apoio ao presidente Joe Biden em sua visita de quatro dias à Europa.
Washington e seus aliados têm desenvolvido planos para forças e capacidades adicionais apoiarem a defesa da Ucrânia, onde a Rússia está conduzindo uma operação especial que visa o objetivo de "desmilitarização e desnazificação" do país vizinho.
O avião, desenvolvido com base em um Boeing 747, é externamente semelhante à aeronave presidencial dos EUA conhecida como Air Force One.
Presidente dos EUA, Joe Biden e primeira-dama Jill chegam à Casa Branca em Washington, 20 de março de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 24.03.2022
Panorama internacional
EUA têm preparado plano de contingência em caso de uso de armas nucleares na Ucrânia, diz NYT
O 747 E4-B Nightwatch é as vezes chamado de "Pentágono voador" uma vez que foi projetado para ser um centro de controle e comando em caso de guerra nuclear, pois é capaz de resistir ao pulso eletromagnético que é liberado quando uma carga nuclear detona.
Além disso, estas aeronaves podem manter contato com unidades militares dos EUA em todo o mundo, enquanto as ordens do presidente dos EUA são transmitidas para submarinos nucleares americanos e silos de mísseis balísticos intercontinentais.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала