Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Kremlin: foi com ataques dos EUA contra Belgrado que começou a erosão da ordem mundial

© Sputnik / Aleksei MayshevKremlin em Moscou, Rússia (imagem referencial)
Kremlin em Moscou, Rússia (imagem referencial) - Sputnik Brasil, 1920, 25.03.2022
Nos siga noTelegram
Com os bombardeamentos contra a Iugoslávia há 23 anos os EUA destruíram os fundamentos da ordem mundial, o que provocou a erosão da ordem mundial, disse aos jornalistas Dmitry Peskov, porta-voz do presidente russo comentando o aniversário desse evento.
"Naquele tempo essas bombas, além de matar civis, elas começaram a destruir o sistema de relações internacionais. Foi quando a OTAN, e quando dizemos 'OTAN' dizemos 'os americanos', começaram a bombardear os fundamentos da ordem mundial. Foi aí que começou a erosão de todas as bases da ordem mundial, o que resultou na crise de segurança europeia que todos nós estamos vivendo agora", sublinhou porta-voz do Kremlin.
Peskov disse também que Moscou não considera possível falar agora sobre as perspectivas de diálogo entre a Rússia e os EUA em matéria de garantias de segurança.
Comentando o reforço do flanco oriental da OTAN, Peskov disse que este processo foi lançado antes do anúncio da referida decisão.
"Mesmo antes da tomada de decisão de reforçar o flanco oriental da OTAN, esse reforço já estava sendo realizado de fato. Lá se formou, digamos, um punho bastante potente, uma poderosa infraestrutura militar da OTAN", observou representante do Kremlin.
"Infelizmente para nós, a Rússia nunca foi a iniciadora: não fomos nós que avançamos na direção da OTAN, foi a OTAN que avançou em nossa direção, criando desta forma perigo para nós e suscitando nossa preocupação", ressaltou Peskov.
Sergei Lavrov, ministro das Relações Exteriores da Rússia, durante evento em foto publicada em 25 de março de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 25.03.2022
Panorama internacional
Lavrov: Ocidente declarou guerra híbrida e total à Rússia
Por sua vez, o presidente russo Vladimir Putin instruiu o ministro da Defesa Sergei Shoigu a apresentar propostas de medidas para fortalecer o flanco ocidental do país.
O período romântico nas relações da Rússia com a OTAN chegou ao fim, agora começou a rotina, dias de trabalho. A própria aliança foi originalmente criada para o confronto e é assim que permanece.
"A OTAN foi criada e concebida como um instrumento de confronto e é assim que ela continua executando essas funções. A OTAN não pode desempenhar quaisquer outras funções simplesmente por sua natureza", afirmou Peskov.
A Rússia lançou uma operação militar especial na Ucrânia em 24 de fevereiro para desmilitarização e desnazificação do país, depois que as repúblicas de Donetsk (RPD) e Lugansk (RPL) pediram ajuda para interromper o bombardeio de civis.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала