Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Chefe de hospitais ucraniano diz ter ordenado castração de soldados russos capturados (VÍDEO)

© Sputnik / Maksim BlinovMilitares da Milícia Popular da RPD em Mariupol, Ucrânia, 16 de março de 2022
Militares da Milícia Popular da RPD em Mariupol, Ucrânia, 16 de março de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 21.03.2022
Nos siga noTelegram
Gennady Druzenko, chefe do projeto de atendimento médico da Ucrânia Hospital Móvel, revelou a um canal nacional de TV ter ordenado aos médicos do projeto que castrassem os soldados das Forças Armadas russas que foram capturados.
Conforme explicou, embora "ele sempre seja um humanista", as tropas russas "são baratas e não pessoas", portanto merecem tal tratamento.
O Comitê de Investigação russo informou na segunda-feira (21) que vai abrir um processo penal contra o general e quer colocá-lo em busca internacional.
O canal Rybar no Telegram, que acompanha os acontecimentos na Ucrânia, chamou a ordem "de hiperbolização provocativa" destinada a provocar o ressentimento máximo do lado russo.
De acordo com analistas do canal, a medida destina-se a fazer com que os soldados ou civis se comportem de tal maneira que possa ser considerado "ato de agressão não justificada" por parte da Rússia e fomentar até o escândalo internacional.
O fato de que tais declarações são transmitidas pelo canal de TV nacional para todo o país é mais uma confirmação dessa tática, segundo os autores do canal no Telegram.

"Ou seja, é uma provocação consciente e deliberada a fim de provocar o adversário a cometer um erro e, depois, acusá-lo deste mesmo erro, expondo-o como agressor", concluiu o canal.

Logo depois, o médico desmentiu sua declaração. Em um post na conta do Facebook, escreveu que tinha sido levado pelas emoções e pediu desculpas: "Lamento muito. Nós salvamos vidas. Ponto final".
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала