Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Sem munições e comida, mercenário peruano vai embora da Ucrânia após sobrevoo de caças russos

© SputnikMilitares inspecionam quartel de unidade de artilharia abandonada pelas Forças Armadas da Ucrânia em Berdyansk
Militares inspecionam quartel de unidade de artilharia abandonada pelas Forças Armadas da Ucrânia em Berdyansk - Sputnik Brasil, 1920, 17.03.2022
Nos siga noTelegram
Na primeira semana de março, o ex-militar do Exército peruano, César Eduardo Pérez Farfán, anunciou que integraria a legião estrangeira em território ucraniano contra a Rússia.
César Pérez, que serviu ao Exército peruano e estava morando na Espanha, onde investia em sua carreira de cantor, decidiu contar a difícil situação enfrentada em território ucraniano.
No primeiro vídeo, o peruano disse a um canal do seu país que estava a caminho da Ucrânia para se unir à legião estrangeira. Pérez justificou a ida à Ucrânia pelo "comportamento dos russos" e pelo apelo do presidente Vladimir Zelensky.
Em segundo vídeo, Pérez, indignado e com alguns cortes no rosto, conta que na base fronteiriça com a Polônia onde ele estava instalado, deixaram de ser entregues munições e uniformes aos mercenários.
"Falta disciplina, organização e logística na base onde me encontro. Não nos entregaram coletes, capacetes e munição", ressaltou.
Segundo este peruano, na base em que se encontrava, havia mercenários americanos, britânicos e colombianos.
Devido à falta de alimentos e equipamentos, o peruano decidiu entregar suas armas e retornar à Polônia, logo após o voo dos caças da Força Aeroespacial da Rússia sobre a região.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала