Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Scholz quer interromper certificação do gasoduto Nord Stream 2

© REUTERS / Christophe GateauChanceler da Alemanha, Olaf Scholz, durante reunião sobre a crise da Ucrânia com líderes dos Países Bálticos, em Berlim, 10 de fevereiro de 2022
Chanceler da Alemanha, Olaf Scholz, durante reunião sobre a crise da Ucrânia com líderes dos Países Bálticos, em Berlim, 10 de fevereiro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 22.02.2022
Nos siga noTelegram
O Ministério da Economia da Alemanha suspendeu o processo de certificação do gasoduto russo Nord Stream 2.
De acordo com o Ministério da Economia, o pedido do chanceler alemão, Olaf Scholz, foi atendido devido à situação geopolítica e no mercado energético, que requerem uma nova avaliação nas questões de segurança do gasoduto.
Segundo a Comissão Europeia, não haverá alterações em relação à situação de segurança do fornecimento de gás na UE, já que o Nord Stream 2 ainda não está em operação.
A Comissão Europeia afirmou que o Nord Stream 2 não é apenas um projeto econômico, mas também político, e que agora é preciso ser revisado.
EUA apreciam decisão da Alemanha de suspender a certificação do Nord Stream 2, informa a Casa Branca.
O presidente Joe Biden fala durante uma reunião com o chanceler alemão Olaf Scholz no Salão Oval da Casa Branca, segunda-feira, 7 de fevereiro de 2022, em Washington - Sputnik Brasil, 1920, 07.02.2022
Panorama internacional
Após encontro com Scholz, Biden diz que Alemanha está marchando 'em sintonia' com Washington
A decisão foi tomada depois que o presidente da Rússia, Vladimir Putin, anunciou na segunda-feira (21), em discurso à nação, o reconhecimento pela Rússia das repúblicas de Donetsk e Lugansk. Após o anúncio, a União Europeia e os Estados Unidos condenaram a iniciativa russa e prometeram sanções.
A decisão de reconhecimento destas repúblicas foi ditada por considerações humanitárias e pelo desejo de proteger a população local.
Conforme o Ministério das Relações Exteriores russo, o reconhecimento de Donetsk e Lugansk foi um passo difícil, mas o único possível.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала