Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Presidente da Ucrânia pede mais ajuda financeira e militar em conversa telefônica com Biden

© AP Photo / Escritório Presidencial da Ucrânia / HandoutVladimir Zelensky, presidente ucraniano, fala com Joe Biden, seu homólogo dos EUA, no seu escritório em Kiev, Ucrânia, 9 de dezembro de 2021
Vladimir Zelensky, presidente ucraniano, fala com Joe Biden, seu homólogo dos EUA, no seu escritório em Kiev, Ucrânia, 9 de dezembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 13.02.2022
Nos siga noTelegram
Neste domingo (13) Vladimir Zelensky e Joe Biden, presidentes da Ucrânia e dos EUA, respetivamente, falaram por telefone, com o primeiro pedindo, inclusive, ajuda na questão da energia.
Vladimir Zelensky, presidente da Ucrânia, instou Joe Biden, seu homólogo dos EUA, a visitar "o mais rápido possível" o seu país, relatou no domingo (13) a emissora CNN, após uma conversa telefônica entre os dois líderes.
A emissora indicou que o presidente da Ucrânia pediu "mais ajuda financeira e militar avançada", e também na questão energética.
Zelensky disse que uma visita de Biden ajudaria a reduzir as tensões em torno de seu país.
"Estou convencido de que sua vinda a Kiev nos próximos dias, que são decisivos para estabilizar a situação, será um sinal forte, e contribuirá para a desescalada", comunicou o escritório presidencial da Ucrânia.
"Os interlocutores confirmaram a unidade de posições sobre a importância da continuação dos esforços político-diplomáticos, com o objetivo de desbloquear o processo de paz e restaurar a estabilidade. O presidente da Ucrânia sublinhou particularmente que o nosso país defende exclusivamente uma resolução pacífica do conflito. Foi dada atenção aos passos realizados para a desescalada e implantação da paz dentro dos limites de todos os formatos de negociações existentes", continuou.
No entanto, a CNN também citou um funcionário norte-americano como tendo dito que uma visita de Biden à Ucrânia é "extremamente improvável".
Presidente dos EUA Joe Biden durante encontro com o presidente ucraniano Vladimir Zelensky na Casa Branca, EUA, 1º de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 03.01.2022
Panorama internacional
Presidentes dos EUA e Ucrânia conversam ao telefone e Biden garante proteção em caso de ataque russo
A conversa entre Biden e Zelensky durou quase uma hora, durante a qual, segundo a Casa Branca, ambos concordaram em continuar os esforços diplomáticos para resolver a crise em torno da Ucrânia, e Biden prometeu dar uma resposta "rápida e decisiva" em caso de "agressão russa contra a Ucrânia".
Durante a conversa foi sublinhada a necessidade de manter a integridade territorial da Ucrânia, e da existência de garantias de segurança para o país.
"Pararemos qualquer escalada contra a Ucrânia. A capital da Ucrânia, Kiev, outras cidades do nosso país – Kharkov e Lvov, Dnepr e Odessa, estão salvas e seguras. Por enquanto não somos membros da OTAN, por isso apenas um forte Exército ucraniano garante a segurança do nosso Estado", declarou o escritório presidencial ucraniano.
Trata-se da terceira conversa em 2022 entre os altos responsáveis.
A Rússia nega ter planos agressivos contra a Ucrânia, e diz que tais afirmações visam encobrir a expansão da presença militar da OTAN no Leste Europeu.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала