Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Planos dos EUA de fornecer armas a Kiev agravam situação no sudeste da Ucrânia, diz diplomata russo

© REUTERS / Gleb GaranichSoldado segura sistema de mísseis Javelin durante exercício militar em centro de treinamento das Forças Terrestres Ucranianas perto de Rivne, Ucrânia, 26 de maio de 2021
Soldado segura sistema de mísseis Javelin durante exercício militar em centro de treinamento das Forças Terrestres Ucranianas perto de Rivne, Ucrânia, 26 de maio de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 11.11.2021
Nos siga noTelegram
O embaixador russo nos Estados Unidos, Anatoly Antonov, declarou depois do encontro do secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, com o ministro das Relações Exteriores da Ucrânia, Dmitry Kuleba, que os planos dos EUA de fornecer armas a Kiev agravarão a situação no sudeste ucraniano.
"Os planos de fornecimento de armas ao 'regime ucraniano' apenas agravarão a situação no sudeste da Ucrânia. Consideremos, que se perdeu mais uma oportunidade de fazer com que Kiev acabe com a guerra", declarou Antonov.
Na quarta-feira (10), Kuleba e outros membros da delegação ucraniana estiveram em Washington em uma visita de trabalho, no âmbito da qual foi firmado o acordo para uma nova parceria estratégica entre os EUA e a Ucrânia.
Bandeiras da Rússia e EUA em Genebra antes da cúpula entre Vladimir Putin e Joe Biden, 16 de junho de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 06.11.2021
Chefe da CIA teria ido à Rússia para alertar contra suposto aumento de tropas perto da Ucrânia
Durante o encontro, Blinken prometeu à Ucrânia continuar fornecendo ajuda militar, incluindo armas letais.
Por sua vez, o conselheiro de Segurança Nacional, Jake Sullivan, teve um encontro com Kuleba e outros líderes ucranianos para discutir a parceria na área da segurança energética e instou Kiev a combater a corrupção, segundo a Casa Branca.
"Eles discutiram o progresso obtido nas prioridades bilaterais definidas pelo presidente americano Joe Biden e pelo presidente ucraniano Vladimir Zelensky em sua declaração conjunta de 1º de setembro", informou.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала