- Sputnik Brasil, 1920
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

PSDB articula plano para abandonar Doria e trocar candidato nas eleições de 2022, diz colunista

© Folhapress / Eduardo AnizelliO governador de São Paulo, João Doria, em evento de vacinação, em São Paulo, no dia 17 de janeiro de 2021
O governador de São Paulo, João Doria, em evento de vacinação, em São Paulo, no dia 17 de janeiro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 11.02.2022
Nos siga noTelegram
Uma ala do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) está insatisfeita com a candidatura à presidência do governador de São Paulo, João Doria, e deseja trocar o nome da legenda para as eleições de 2022, afirmou a colunista Natuza Nery, do G1, nesta quinta-feira (10).
A articulista cita que, neste momento, há uma "conspiração tucana a todo vapor" e que o horizonte eleitoral de Doria "está ficando cada dia mais nebuloso".
Natuza Nery escreve que o plano de seus adversários no partido é esperar o governador deixar o Palácio dos Bandeirantes, em abril, para, então, abandoná-lo.
Segundo ela, suas fontes do PSDB afirmam que a ideia é "simplesmente não homologar a candidatura de Doria" à presidência da República na convenção do partido, marcada para julho.
De acordo com a colunista, o nome escolhido no partido para substituí-lo na disputa seria o de Eduardo Leite, que perdeu as prévias da sigla para Doria.
© Folhapress / Pedro LadeiraEduardo Leite durante as prévias do PSDB, em 21 de novembro de 2021
 Prévias do PSDB para definição do candidato do partido para as eleições do ano que vem, 21 de novembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 11.02.2022
Eduardo Leite durante as prévias do PSDB, em 21 de novembro de 2021. Foto de arquivo
O governador de São Paulo não emplacou nas pesquisas de intenções de voto à presidência realizadas até o momento. Doria tem ficado apenas com 2% a 3% da fatia do eleitorado nos levantamentos.
Segundo a última pesquisa do Ipespe, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lidera com 44% das intenções de votos, seguido de longe pelo presidente Jair Bolsonaro (PL), com 24%.
Em seguida, os mais citados pelos entrevistados foram o ex-ministro Sergio Moro (Podemos), com 9%, e Ciro Gomes (PDT), com 7%.
Doria vem na sequência, com apenas 2% das intenções de voto. Outros três candidatos apareceram empatados com 1%: a senadora Simone Tebet (MDB), o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD), e Felipe D'Ávila (Novo).
Governador de São Paulo, João Doria, fala à mídia sobre a vacinação contra coronavírus (COVID-19) no Instituto Butanta em São Paulo, Brasil, 16 de agosto de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 20.01.2022
Notícias do Brasil
Doria no Itamaraty: o que o presidenciável tucano tem a oferecer em política externa?
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала