Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Irã afirma que Teerã, Moscou e Pequim fortalecem 'coalizão' para conter Washington

© AP Photo / Vahid SalemiA bandeira nacional do Irã acena como a torre de telecomunicações Milad e a bandeira nacional do buildinIran acena quando os togs de telecomunicações Milad são vistos em Teerã, Irã, terça-feira, 31 de março de 2020
A bandeira nacional do Irã acena como a torre de telecomunicações Milad e a bandeira nacional do buildinIran acena quando os togs de telecomunicações Milad são vistos em Teerã, Irã, terça-feira, 31 de março de 2020 - Sputnik Brasil, 1920, 11.02.2022
Nos siga noTelegram
Teerã, Moscou e Pequim estão fortalecendo sua "coalizão" para combater a política unilateral de Washington, declarou o embaixador do Irã na Rússia, Kazem Jalali.
"O Irã, a Rússia e a China fortalecem a cada dia sua coalizão para combater as ações unilaterais dos EUA", afirmou Jalali em uma coletiva de imprensa.
O diplomata indicou que outros países começam gradualmente a se pronunciar contra os focos unilaterais, ameaças, truques e sanções por parte de Washington.
Mísseis iranianos Kheibarshekan, ou destruidores de castelos, em um lugar não revelado no Irã, foto obtida em 9 de fevereiro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 09.02.2022
Irã revela míssil 'destruidor de castelos' com alcance de 1.450 km, diz mídia (FOTO, VÍDEO)
Ele ainda ressaltou que o Irã precisa de garantias para restaurar o Plano de Ação Conjunto Global sobre o programa nuclear, assim como do levantamento das sanções.
"O que falamos ao Ocidente: aquelas sanções, que foram impostas por vocês, são muito duras, elas oprimem nosso povo. Vocês devem cancelá-las [...] Se caminharmos para o levantamento das sanções, então as negociações serão produtivas e frutíferas", afirmou à Sputnik.
Além disso, o diplomata destacou que o Irã tem uma experiência amarga com os EUA, que, quando mudaram de governo, violaram todas suas obrigações do acordo nuclear.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала